quarta-feira, 7 de Outubro de 2015 12:15h

Superminas 2015 reúne panificadores e supermercadistas na Capital

Realizado em conjunto pela AMIS e a Amipão, evento será nos dias 20 a 22 de outubro, no Expominas, em Belo Horizonte. São três dias de negócios, relacionamento e qualificação profissional

Consolidado como o segundo maior e o mais completo evento do varejo alimentício nacional, o 29º Congresso e Feira Supermercadista e da Panificação (Superminas 2015) será nos dias 20 a 22 de outubro, no Expominas, em Belo Horizonte. O evento é realizado pela Associação Mineira de Supermercados (AMIS) e pelo Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão) e terá como tema central “Informação: ferramenta estratégica”, que vai ser debatido durante a programação de palestras, fóruns e consultorias nos três dias do congresso.

Além da parte de treinamento, voltada para a qualificação profissional, a Superminas é composta pela feira, onde os participantes têm acesso às novidades e tendências em alimentos, máquinas, equipamentos e softwares usados no comércio varejista. A área de exposição tem 25 mil metros quadrados e recebe em torno de 420 expositores nacionais e internacionais.


Pavilhões e espaços

Para direcionar melhor os negócios, principal objetivo a feira, ela é dividia em dois pavilhões, o Azul e o Vermelho. Estes são subdivididos em “espaços”, segmentando por categorias de produtos.

O Pavilhão Azul é voltado às indústrias alimentícias, de bebidas e às do setor de máquinas e equipamentos para relacionamento, negócios e lançamentos. Nele, as novidades deste ano são o espaço UNIVA (Universidade do Varejo AMIS) e o de Flores e Plantas Ornamentais. Mas os espaços da Cachaça, do Vinho e Queijo e o de FLV (frutas, legumes e verduras), além das novidades do ano passado, Construção e Reforma e Logística e Distribuição estão confirmados.

O Pavilhão Vermelho também tem novidades. São os espaços: Alimentos Funcionais, Orgânicos e Naturais; Cervejas Artesanais; e o de Consultorias. Eles se juntam ao Espaço de Negócios Internacionais e aos estandes de prestadores de serviços, como empresas de software, consultorias, comunicação, enfim todos os serviços indispensáveis à operação da loja, que ficam no "Espaço da Tecnologia".


Potencial

A Superminas recebe, em média, 55 mil visitantes em três dias. Destes, cerca de 70% são empresários, executivos e gestores do segmento de supermercados e de padarias. Neste ano, a expectativa dos organizadores é que os números sejam mantidos ou superados. Um dos argumentos é que o estado é o segundo maior mercado supermercadista e de panificação no País.


O potencial está ancorado nas cerca de 7 mil lojas supermercadistas em todo o estado, que faturam R$ 33,3 bilhões no ano passado. Já as padarias totalizam 14 mil lojas, com faturamento de R$ 8 bilhões em números também de 2014. De acordo com estimativas dos organizadores, os negócios viabilizados pela Superminas devem superar R$ 1,3 bilhão. Levam-se em conta as parcerias realizadas durante a feira e as iniciadas no evento e efetivadas posteriormente.


Rodada de negócios

Durante a Superminas, é realizada a Rodada Internacional de Negócios. Ela é coordenada pelo Sebrae-MG e apoiada pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), com participação de compradores internacionais e fornecedores regionais com interesses comuns em determinados segmentos de produtos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.