sexta-feira, 9 de Março de 2012 09:31h Atualizado em 9 de Março de 2012 às 10:10h. Vinícius Soares

Taxa de adimplência aumenta segundo a CDL

Índice de devedores diminuiu em fevereiro. Houve queda de 17% em relação ao mesmo período de 2011

Com a oferta de créditos ampliada, a tentação de ir as compras é grande. Cartões de crédito, cupons, empréstimo bancário e dinheiro fácil são uma perdição para as pessoas que não conseguem controlar suas vidas financeiras.
As liquidações nos pontos comercias e falsas ofertas de algumas lojas, são também um fator relevante. Recentemente no município, dia (01/03), o Serviço de Proteção ao Consumidor, PROCON em colaboração com o Ministério Público, realizou uma palestra na FIEMG, ministrada pelo promotor de justiça Sérgio Gildim, sobre a educação de consumo.
Divinópolis, assim como outras cidades da região possue uma sede da Câmara de Dirigentes Lojistas, CDL, entidade que possui convênio com a SERASA. Estes órgãos públicos em aliança existem com o propósito não só de proteger os comerciantes, como também auxiliar os clientes a consultarem suas fichas, para limparem seu nome no cadastro. Em fevereiro desse ano, o número de registros junto ao Serviço de Proteção ao Crédito Brasil, (SPC), no comparativo com o mesmo período do ano anterior, fevereiro/11, houve queda de 17,02%.
O número de consultas realizadas para compras a prazo, comparando ao segundo mês desse ano, com fevereiro/11, também apresentou recuo de 4,06%.
O mesmo aconteceu com os cancelamentos de registros, que tiveram queda, no comparativo com mesmo período do ano anterior, de 5,37%.
As quedas indicam uma normalização, já que janeiro foi atípico. Rafael Pinto Nogueira, presidente da CDL considerou o número expressivo, entretanto, disse que a taxa ainda deve melhorar. “O número é bastante bom, porém, poderia ser melhor. Ainda não é o maior índice da história. Não só a oferta de crédito como também o controle mais otimizado das finanças pessoais, juntamente com a flexibilidade dos serviços prestados pelos nossos funcionários, ajudam aos clientes a sanarem seus débitos.” ressaltou Rafael.
Com mais de R$2.300 pendentes, a balconista Marilza Solene disse que agora está mais fácil para quitar suas dívidas e reforçou a vontade de limpar seu registro até o fim do ano. “Comprei os móveis pro meu quarto por conta dos preços baixos, mas fiz contas maiores do que recebo. Com o PIS e o 13º salário, espero poder quitar esses boletos até o fim do ano e ter crédito liberado para voltar a realizar meus desejos de consumo”. Aspirou a lojista.
A CDL fica aberta de segunda a sexta de 8h30 às 18h30 e aos sábados de 8h30 ao 12h30. Para mais informações, o endereço da sede é Av. Getúlio Vargas, 985, Centro e o telefone é o 3229.7233

 

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.