segunda-feira, 10 de Setembro de 2012 09:11h Atualizado em 10 de Setembro de 2012 às 09:36h. Gazeta do Oeste

Trânsito é lento nas rodovias devido ao feriado

Nas rodovias federais o tráfego é intenso, porém sem grande engarrafamentos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-381 foram registradas algumas batidas, mas sem vítimas.

O movimento no trânsito da Região Metropolitana de Belo Horizonte é intenso na manhã desta segunda-feira por causa da volta do feriado e protesto de moradores. Um grupo de manifestantes fechou a MG-050 reivindicando a construção de passarelas na divisa das cidades de Mateus Leme e Juatuba. Cerca de 80 pessoas queimaram pneus e impediram a passagem de veículos gerando um engarrafamento de quase quatro quilômetros nos dois sentidos da rodovia. Equipes do Corpos de Bombeiros e Batalhão de Policiamento de Eventos(BPE) foram para o local para controlar a situação. A pista foi liberada por volta de 8h20.

 

Nas ruas da capital, o tráfego ficou muito lento no entorno da rodoviária – Região Central – por causa da intensa chegada de ônibus do feriado prolongado. Segundo o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (PM), o Complexo da Lagoinha na chegada da Avenida Presidente Antônio Carlos ao Centro foi um dos pontos de maior retenção.

 

Nas rodovias federais o tráfego é intenso, porém sem grande engarrafamentos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-381 foram registradas algumas batidas, mas sem vítimas. A volta para casa do feriado prolongado da Independência foi complicada no domingo em todas as chegadas a BH. No começo da tarde, o trânsito já era intenso para que vinha do litoral capixaba pela BR-381, que por ser de pista sempre, é a que mais registrou engarrafamentos, de até 10 quilômetros. A situação ficou ainda pior depois de uma batida entre uma carreta e um carro no km 361, em São Gonçalo do Rio Abaixo, na Região Central, que deixou o tráfego fechado nos dois sentidos por cerca de uma hora e meia. Cinco pessoas ficaram gravemente feridas.

 

No trecho da BR-381, entre BH e São Paulo, o trânsito ficou lento devido ao grande número de veículos e também por causa de um estreitamento de pista em Itaguara, na Grande BH, para quem seguia em direção à capital.

 

Um acidente envolvendo uma moto na BR-040, entre BH e Brasília, no começo da tarde, tumultuou o tráfego para que retornava à capital. Duas pessoas ficaram levemente feridas. No outro extremo da 040, entre BH e Rio, um afunilamento na altura da Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima, na Grande BH, causou engarrafamentos em direção a Belo Horizonte. Na MG-010, Linha Verde, também o trânsito ficou lento para quem vinha da Serra do Cipó e do aeroporto de Confins. No terminal rodoviário, no Centro da capital, os desembarques aumentaram a partir das 18h. Esquema especial funciona até a manhã de hoje no entorno da rodoviária para evitar os congestionamentos.

 

O motorista da carreta de placa NGZ 1049, de Goiânia, Paulo Altair Rosta, de 43 anos, morreu na noite de domingo no km 273 da MG-050, em Pihumi, no Centro-Oeste de Minas, após colisão com um Palio. Três pessoas ficaram feridas. No km 573 da BR-116, em Manhuaçu, na Zona da Mata, batida de uma carreta e um carro matou Onezino Duarte, de 83, e Girlene Duarte, de 71, ferindo duas pessoas. O balanço geral de acidente, mortos e feridos durante o feriado será divulgação pela PRF ainda esta manhã.

 

 

 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.