sexta-feira, 6 de Maio de 2016 13:06h Atualizado em 6 de Maio de 2016 às 13:08h. Agência Minas

Utramig lança iniciativa pioneira para certificação técnica de detentos

Aulas de informática e segurança do trabalho, preferencialmente para jovens entre 18 e 24 anos, serão ministradas no presídio de Ribeirão das Neves

A Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais (Utramig) assinou convênios para ministrar cursos técnicos a distância de informática e segurança do trabalho para detentos do presídio de Ribeirão das Neves. A iniciativa, pioneira em Minas Gerais, irá realizar a certificação técnica de detentos com cursos de duração de um ano e meio. Esta é a primeira vez que um curso técnico é implementado no sistema prisional brasileiro.

Os cursos serão ministrados pela Utramig – escola especializada em educação profissional e formação de profissionais em diversos níveis de ensino – no presídio que opera no modelo PPP. A ação prevê investimentos de R$ 250 mil, custeados por uma construtora mineira.

 

 

 

Nesta fase de implementação, o Governo de Minas Gerais em consonância com suas principais diretrizes no atendimento às pessoas em situação de risco e vulnerabilidade irá beneficiar 80 alunos no total, dividos em 40 na certificação de informática e 40 em segurança do trabalho.

“A função de uma pena é reeducar para ressocializar. Desta forma, a Ultramig está contribuindo para que o detento seja ressocializado, incluindo uma qualificação a nível técnico no curriculo que ele levará para a vida futura”, afirma o presidente da Utramig, Lindomar Gomes.

 

 

 

Gomes destaca a iniciativa “inédita e muito inovadora” como um ganho qualitativo para os próprios detentos, que passam a ter uma perspectiva de vida. "O jovem está cumprindo a pena e vai retornar ao mercado com uma certificação, diferentemente de qualificação. E, para o Estado, o ganho é a ampliação de profissionais qualificados no mercado de trabalho”, completa.

As aulas têm o objetivo de promover qualificação e inclusão social, preferencialmente de jovens entre 18 e 24 anos, e começam em agosto. Os cursos terão duração de três semestres, nos mesmos moldes dos cursos presenciais da Utramig, com a previsão de mais 400 horas de estágio em empresas instaladas dentro de presídios.

 

 

 

O pré-requisito para inscrição é estar cursando ou ter concluído o 2º ou 3º ano do ensino médio. Os jovens interessados poderão fazer suas inscrições. A aferição para seleção será feita pelo próprio presídio de Ribeirão das Neves, seguindo normas internas relacionadas ao cumprimento da pena.

Segundo a diretora da Utramig, Tatiane Soares de Paula, outras propostas para execução de novos cursos em presídios localizados em Minas Gerais “estão sendo elaboradas para apresentação à Parceria Público Privada (PPP)”, conclui.

 

 

 

Técnico em informática

O Curso em Informática – Ead vai formar técnicos capacitados para organizar bancos de dados; especificar configurações e instalar computadores.

Outras funções são instalar e utilizar softwares; instalar e configurar redes locais de computadore, desenvolver websites simples e realizar manutenções básicas em sistemas de informática.

O curso técnico em Informática na modalidade a distância está organizado em três etapas com duração de um semestre letivo cada uma. A carga horária total do curso é de 1.310 horas, sendo 100 horas destinadas a atividades complementares.

 

 

 

 

Técnico em segurança do trabalho

Já o Curso em Segurança do Trabalho – Ead vai formar profissionais capacitados em proporcionar o conhecimento da legislação trabalhista relacionada à segurança e saúde do trabalho; identificar os principais riscos de acidentes, estabelecendo métodos de prevenção no ambiente de trabalho

Também são funções do profissional a identificação das principais causas de doenças ocupacionais, por meio de métodos de prevenção relacionados à higiene do trabalho, organização de planos de prevenção e correção do sistema de segurança no ambiente de trabalho; entre outras finalidades.

A carga horária total do curso é de 1.621 horas, sendo 400 horas destinadas a estágio supervisionado. Clique aqui para ver a organização curricular.

 

 

 

Modalidade a distância

A modalidade de ensino a distância está ligada à prática social pelo seu caráter inovador e flexibilidade metodológica. Os cursos técnicos são desenvolvidos utilizando o ambiente virtual de aprendizagem Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment – MOODLE, um software que orienta professores e estudantes e possui ferramentas de comunicação como fóruns de discussão, chats, e mural de avisos.

O tutor estará disponível na web todos os dias da semana para a orientação de estudos e acompanhamentos do estudante na sua adaptação à modalidade de ensino.

O professor terá também o papel de ajudá-lo na organização dos horários, na maneira de estudar, na superação das dificuldades de ser um estudante a distância.

 

 

 

Os processos de interação presenciais serão realizados em dois encontros obrigatórios mensais, por disciplina. O número de horas-aula dos encontros presenciais será de, no mínimo, o equivalente a 20% da carga horária total da disciplina.

O material didático e pedagógico disponibilizado para os estudantes é distribuído por disciplina em formato digital no Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.