terça-feira, 31 de Março de 2015 11:49h

Vacinação contra HPV atinge mais de 80% da meta em Córrego Fundo

Foi iniciada no dia 9 de março, a campanha de Vacinação contra HPV em todo o país

Em Córrego Fundo, a campanha contou com uma semana de vacinação nas escolas, mediante autorização dos pais, e já atingiu mais de 80% meta esperada para o município. O público-alvo da campanha são meninas com idade entre 9 e menos de 12 anos.

De acordo com a coordenadora de Atenção Primária no município, Aline Cristina Miranda Araújo, entre os dias 16 e 20 de março, equipes das Unidades de Atenção Primária em Saúde promoveram a vacinação das crianças nas escolas. As vacinas foram aplicadas com autorização assinada pelos pais e/ou responsáveis.

Esta é a primeira dose da vacina que está sendo aplicada, em 2015, mediante campanha nacional. No segundo semestre, as meninas receberão a segunda dose da vacina, e, somente após 5 anos será ministrada a terceira dose.

A campanha no município e em todo país continua durante as próximas semanas. As unidades de saúde do município estarão aplicando a vacina gratuitamente. Para tomarem a vacina, as garotas devem comparecer a Unidade de Atenção Primária em Saúde (UAPS) Padre Dionísio, anexa ao hospital, e UAPS Cristino Antonio de Faria, em Córrego Fundo de Baixo, com o cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

HPV

A infecção pelo HPV é a principal responsável pelo câncer do colo do útero. O papilomavírus humano (HPV) é um vírus contagioso que pode ser transmitido com uma única exposição, por meio de contato direto com a pele ou mucosa infectada. Sua principal forma de transmissão pode ocorrer via relação sexual, mas também há contagio entre mãe e bebê durante a gravidez ou o parto, é a chamada transmissão vertical.

A vacina

A vacina não elimina a necessidade de exame Papanicolau, porque nem todos os tipos de HPV, que podem causar câncer de colo de útero, estão incluídos na vacina.

Estudos mostram que esta é a faixa etária ideal para que a vacina contra HPV tenha eficácia. Estratégias de vacinação prévia demonstraram que a época ideal para administração de qualquer vacina é antes da exposição à infecção. As vacinas HPV deverão ser mais efetivas quando administradas antes do início da atividade sexual.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.