quarta-feira, 18 de Junho de 2014 07:55h

Vendas diretas do agricultor na CeasaMinas geram receita de R$ 118,3 milhões em abril/maio

Negócios realizados no MLP respondem por 17,1% do movimento total do entreposto

Os agricultores mineiros venderam 89,4 mil toneladas de hortaliças e frutas por meio do Mercado Livre do Produtor (MLP) da CeasaMinas, no período de abril e maio de 2014. O volume representa 25,3% das vendas totais da CeasaMinas no período analisado, informa a Subsecretaria de Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – que coordena a gestão do MLP. E a receita obtida por meio de vendas diretas no bimestre (R$ 118,3 milhões) equivale a  17,1% do total registrado pelo entreposto.

As informações são de Erineu Resende Rosa Ferreira, assessor técnico da Superintendência de Abastecimento Alimentar e Comercialização (Supac) da Subsecretaria. Ele explica que o grupo das oito hortaliças mais valorizadas respondeu por vendas de 44,5 mil toneladas, equivalentes a R$ 60,9 milhões, cifra que representa 51,5% da registrada pelo entreposto nesse segmento.
“Houve um aumento de 2,9%, aproximadamente R$ 1,8 milhão, em relação ao movimento do grupo das 8 principais hortaliças comercializadas no acumulado de fevereiro e março deste ano”, acrescenta.
O destaque entre as hortaliças comercializadas no MLP é o tomate, que soma R$ 26,6 milhões, valor equivalente a 22,5% do registrado nas vendas totais do produto na CeasaMinas. Em segundo lugar está a cenoura, com vendas de R$ 7,3 milhões. Depois vêm a batata, respondendo por R$  5,7 milhões, e o pimentão, que movimentou cerca de  R$ 5,6 milhões.  Completam o grupo das oito principais hortaliças: batata doce, repolho, inhame e mandioca.    
Segundo o assessor, a batata lisa lidera o grupo das cinco hortaliças mais comercializadas em abril/maio na CeasaMinas. As vendas totais do produto no entreposto somaram 30,2 mil toneladas, receita da ordem de R$ 46 milhões. O maior volume da hortaliça (5,1 mil toneladas) foi transportado de São Gotardo, no Alto Paranaíba. Completam a lista de fornecedores de batata os municípios de Rio Paranaíba, também no Alto Paranaíba, Araxá, no Triângulo Mineiro, Bom Repouso, no Sul do Estado, e Perdizes, no Triângulo.
Frutas em destaque
Já o grupo das oito principais frutas comercializadas no MLP da CeasaMinas  somou 12,4 mil toneladas e movimentou R$ 20,1 milhões. “O volume de vendas diretas do produtor equivale a 13,9% do total do segmento no entreposto, e a receita representa 17%”, avalia Ferreira. “O grupo de frutas comercializado no MLP é liderado pela banana, com a venda de 6,8 mil toneladas e receita de R$ 9,4 milhões, cerca de 8% do valor obtido na comercialização total da fruta no entreposto”, acrescenta.
Os demais produtos do grupo principal de frutas no bimestre abril e maio foram: morango, tangerina, manga, maracujá, mamão, caqui e abacate. De acordo com o assessor, na relação das principais frutas tem destaque o morango, cuja cotação aumentou 50,5% em relação ao bimestre fevereiro e março, alcançando o preço médio de R$ 8,91 o quilo. Ferreira diz que isso ocorreu porque houve queda no volume ofertado do produto, que geralmente tem grande procura.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.