quarta-feira, 17 de Outubro de 2012 09:20h Gazeta do Oeste

Vereador eleito em BH vai para estrada pagar promessa à Nossa Senhora Aparecida

Nem bem foi eleito, o estreante na Câmara Municipal de Belo Horizonte Bim da Ambulância (PTN) já começou a pagar promessa. Não de campanha, mas para Nossa Senhora Aparecida, de quem é devoto. Para cumprir o compromisso assumido com a santa, às 5h30 dessa terça-feira ele partiu a pé, do seu comitê de campanha, em Venda Nova, em direção a Aparecida do Norte, no interior de São Paulo. Serão 530 quilômetros, numa caminhada que deve durar 10 dias. “Venci sem apadrinhamento político forte e vou agradecer por isso, além de pedir bênçãos para que eu desenvolva um bom trabalho e mereça os mesmos votos daqui a quatro anos”, disse.

 

Um banquete aos amigos e familiares, com direito a fogos de artifício, e uma breve oração diante do pequeno altar com imagens de Nossa Senhora Aparecida marcaram a partida. Acompanham o vereador eleito dois amigos que trabalharam na sua campanha, Marcos Antônio Mendonça e Carlos Eduardo. A ambulância, usada durante a campanha para angariar votos vai dar apoio aos romeiros. O dono dela, no entanto, não poderá pegar carona, missão que não será fácil. Principalmente porque Bim, de 29 anos, não se preparou para a caminhada nem mesmo se lembra da última vez que fez um exercício físico: “A gente brinca que trabalho de porta em porta durante a campanha eleitoral é que deu a dinâmica da resistência e do preparo físico”.

 

A primeira parada dos romeiros foi em um posto de gasolina no Anel Rodoviário no Bairro Jardim Alvorada, às 7h30. Enquanto a ambulância era abastecida, Bim e seus companheiros tiraram as primeiras barrinhas de cereal, frutas e água do bagageiro. “Não tomei café da manhã”, contou o político. Já com o sol quente, ele também teve de se proteger com filtro solar.

 

O especialista em fisiologia do exercício Paulo Henrique Santos alerta: o ideal, em uma caminhada como essa, é que sejam ingeridas água de 20 em 20 minutos e bebida isotônica, para repor o carboidrato, de 40 em  40 minutos. Segundo o especialista, por não ser atleta, Bim pode ter desitratação mais fácil. Durante o trajeto ele pode ter também fadiga muscular, cãibras e dores musculares por falta de preparo físico. “São recomendadas pausas a cada três horas de caminhada para pessoas não treinadas”, ressaltou. Bim chegou no início da noite a Igarapé, onde passaria a noite para retomar a caminhada na madrugada de hoje.

 

 

 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.