quinta-feira, 15 de Setembro de 2016 17:01h Carina Lelles

Homem é preso após quebrar vidro no posto de saúde do bairro Niterói

Ele alega que funcionários foram mal educados. Já os funcionários, alegam que ele se exaltou após ser informado que não havia médico na unidade.

Um homem, de 49 anos, foi preso na manhã de ontem após quebrar o vidro do balcão de atendimento do Posto de Saúde do bairro Niterói, em Divinópolis. Ele ficou ferido e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), antes de ser levado para a Delegacia.

De acordo com informações da Polícia Militar, populares e funcionários acionaram o 190, informando que havia um homem bastante exaltado no local. Ao chegarem à Unidade de Saúde, os militares encontraram Marco Antônio Inácio, de 49 anos, do lado de fora do Posto de Saúde e com um corte profundo no braço esquerdo.
O resgate do Corpo de Bombeiros foi acionado e levou Marco Antônio para a UPA, onde o médico o atendeu, suturou no ferimento e foi liberado. Logo em seguida, o homem foi levado para a Delegacia e contou aos militares que “a verdadeira motivação de sua raiva foi a falta de educação e profissionalismo de um funcionário do posto”, fato este confirmado por usuários.

Já os funcionários do posto, disseram aos militares que Marco Antônio se exaltou após procurar por atendimento médico e ser informado que não havia profissional para atendê-lo, passando a dar socos, quebrando o vidro do balcão da recepção, o que causou o ferimento.

 

NOTA

 

Em nota enviada para a imprensa, a assessoria de comunicação da prefeitura ressaltou que “o usuário queria mostrar exames para o seu médico, que pediu desligamento nesta terça-feira (13/09) e não trabalha mais na unidade. Funcionários do Centro de Saúde informaram que a consulta seria marcada quando outro médico for nomeado. O usuário não aceitou e quebrou o vidro”.

O posto de saúde do bairro Niterói, além de atender a demanda do bairro e da região, também está recebendo os usuários do bairro Candidés e região, após o posto do bairro ter sido fechado em um fato parecido. Um usuário, insatisfeito com o atendimento, provocou quebradeira na unidade no mês passado.

 

MEDIDAS DE SEGURANÇA

 

O Prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, anunciou ontem ações para melhorar a segurança na área da saúde: um sistema de monitoramento de câmeras para as 43 unidades de saúde do município e um seminário para debater a violência. A iniciativa tem a missão de oferecer segurança aos usuários e funcionários da rede municipal de saúde.
Vladimir Azevedo destacou a construção da proposta que passou pelos servidores, Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (Sintram) e a sociedade civil com a intenção de buscar uma solução e melhorar a segurança nas unidades de saúde. “Nos últimos dias, foram registrados alguns episódios de violência nas unidades de saúde. Hoje, estamos com uma resposta: vamos instalar 43 câmeras de vigilância. Chamamos todos para participar do debate. A segurança dos funcionários e usuários é dever de todos: Acasp, polícias, Sintram e a sociedade civil”, afirmou o prefeito.

A secretária Municipal de Saúde, Kênia Silveira Carvalho, explicou sobre a realização do evento previsto para 27 e 28 de setembro no auditório do Pitágoras, de 7h às 11h e 13h às 17h. “Estamos realizando ações para segurança dos servidores e usuários. Uma das ações é um Seminário Contra a Violência. Neste evento, teremos relatos de experiências exitosas e a PM vai tratar da postura frente à situação de risco nas unidades”, destacou a secretária Municipal de Saúde.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.