quarta-feira, 28 de Setembro de 2016 12:52h Atualizado em 28 de Setembro de 2016 às 12:55h. Pollyanna Martins

Inadimplência cai 4,92% em Divinópolis

De acordo com a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Divinópolis (CDL), o número de cancelamentos de registros cresceu 51,52% em agosto, comparando com o mesmo período do ano passado

O índice de inadimplência caiu 4,92% no mês de agosto, em Divinópolis, comparando com o mesmo período do ano passado. Esta é a quarta queda consecutiva, segundo o último balanço da Câmara dos Dirigentes Lojitas de Di­vinópolis (CDL). De acordo com o informe da CDL, o número de cancelamentos de registros cresceu 51,52% no mês passado, também compa­rando com o mesmo período de 2015. Conforme o balanço, 2016 começou com queda no número de registro junto ao SPC Brasil, com uma queda de 8,45%.

Segundo a CDL, nos meses de fevereiro e março, houve um aumento expressivo na negativação de CPFs, com um crescimento de 28,25% e 21,44%, respectivamente. O índice de inadimplência ain­da registrou um aumento de 7,77% em abril e só em maio registrou a primeira queda, de 5,72%, comparado com o mes­mo período do ano passado. Ainda de acordo com o balan­ço, até o momento, junho foi o mês que teve maior queda no número de registro junto ao SPC Brasil. A queda foi de 11,23%; seguido de 6,16% em julho, e 4,92% em agosto.

Outro número expressivo no balanço da CDL foi o índice de cancelamentos de registro. Segundo o informe, em agosto, o cancelamento de registros na Câmara dos Dirigentes Lojistas de Divinópolis subiu 51,62%, comparado com o mesmo período do ano pas­sado. Em 2016, apenas junho não registrou nenhuma varia­ção, comparando com 2015. De acordo com o balanço, em janeiro, houve um aumento de 24,75% no cancelamento de registros; seguido de 3,45% em fevereiro; 8,60% em mar­ço; 1,46% em abril; 2,04% em maio. O mês que teve o maior número de cancelamentos de registros foi julho, com 61,65% nulidade de registros.

EMPRÉSTIMOS E CARTÕES DE LOJAS

De acordo com uma pes­quisa feita pelo Serviço de Pro­teção ao Crédito (SPC Brasil), realizada em 27 capitais - com consumidores inadimplentes, empréstimos e cartões de loja são os principais vilões da ina­dimplência. O levantamento foi divulgado ontem (7), e mostrou que sete em cada dez (76,1%) entrevistados que con­trataram algum empréstimo estão inadimplentes porque não pagaram as parcelas em dia. As compras feitas no car­tão de loja aparecem logo em seguida, deixando 73,1% dos seus usuários com o nome no cadastro de devedores. Paga­mentos atrasados no crediário ou carnê (62,5%), as parcelas pendentes no cartão de crédi­to (62,1%) e o cheque especial (46,9%) vêm em seguida como as modalidades de crédito que mais levaram os entrevistados à inadimplência.

O estudo revela, ainda, que muitos estão com restrição ao crédito porque deixaram de pagar em dia contas com algum tipo de serviço. Neste caso, a principal conta respon­sável por deixar os consumi­dores com o nome sujo é a de telefone fixo e celular, citada por 14,7% dos entrevistados que possuem esse tipo de compromisso. Em segundo lugar, aparecem as pendências com mensalidades escolares, citadas por 9,1% dos entrevis­tados (em 2015, eram 16%). Atrasos junto às operadoras de TV por assinatura (7,1%), plano de saúde (6,8%), contas de água e luz (6,1%), aluguel (2,2%) e mensalidade do con­domínio (2,2%) completam o ranking dos vilões da inadim­plência, quando se tratam das dívidas não bancárias.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.