terça-feira, 30 de Agosto de 2016 13:35h Mariana Gonçalves

Instituição de ensino de Cajuru realiza a décima edição do passeio ciclístico na cidade

POR MARIANA GONÇALVES

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

 

O projeto da Escola Padre João Parreiras Villaça, situada em Carmo do Cajuru, está comemorando um século de existência; está integrado também junto ao calendário das atividades relativas às Olimpíadas 2016. A iniciativa tem como propósito estimular a prática saudável de exercícios físicos e promover a integração entre toda comunidade estudantil.

O evento está programado para o dia 17 de setembro, os participantes farão o percurso urbano até o limite com a zona rural da cidade. O trajeto contará com o apoio da Polícia Militar e Secretaria Municipal de  Saúde.

A ação foi idealizada pelo professor de Educação Física, Carlos Jivago, que tem o orgulho de contabilizar em seu currículo a coordenação de todas as edições desta iniciativa. Esse projeto, “Passeio Ciclístico”, cada vez mais, vem contribuindo para um melhor relacionamento entre alunos e educadores, além de favorecer um bom clima escolar, é responsável pela melhoria do processo ensino-aprendizagem da comunidade escolar.

O professor comenta que só foi possível chegar a esta marca recorde devido ao apoio da direção, professores, alunos, amigos, familiares e funcionários da escola; Polícia Militar; Secretaria Municipal de Saúde e os parceiros.

 

PROMOÇÃO À SAÚDE

 

Com as facilidades da vida moderna, o sedentarismo ganha cada vez mais espaço no dia-a-dia, gerando ou agravando problemas de saúde. Manter uma dieta equilibrada e introduzir a atividade física na rotina são premissas básicas para ficar longe das doenças. O ciclismo traz benefícios físicos e emocionais, contribuindo muito para a qualidade de vida. Como atividade aeróbica, gera perda de peso, ajuda a equilibrar a pressão e os níveis de triglicérides. Também trabalha equilíbrio e confiança, além de relaxar e combater o estresse.

Praticada com bom senso e na medida da forma física de cada um, a atividade quase não tem restrições.

Até usada como meio de transporte, a bicicleta é boa para a saúde. Muita gente busca essa alternativa de locomoção e acaba ganhando fôlego e bem-estar.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.