sexta-feira, 7 de Outubro de 2016 16:20h Carina Lelles

Prefeitura escalona pagamento dos servidores

A medida foi anunciada ontem e os pagamentos começam hoje e vão até o dia 28 de outubro

CARINA LELLES
carina.lelles@gazetaoeste.com.br

 

Na manhã de ontem, a pre­feitura enviou comunicado aos servidores municipais, infor­mando sobre o escalonamento do pagamento. Hoje, todos os servidores receberão até R$3 mil. O restante do valor, para quem ganha mais que isso, será pago até o dia 28 deste mês.

Segundo a nota enviada aos servidores, o motivo do escalonamento é a dificuldade financeira, resultado da crise econômica que assola o país. Diante disso, o Executivo ado­tará medidas emergenciais para garantir o pagamento do funcionalismo. “A exemplo do que aplica-se no Governo de Minas e em outros estados da Federação e em grande parte dos municípios brasileiros, haverá escalonamento dos sa­lários, priorizando as faixas com menores rendimentos”.

Ainda de acordo com a nota, o município não encontrou alternativa, já que, nos últimos oito meses, Divinópolis regis­trou queda de arrecadação prevista de R$26 milhões. “Para ilustrar o decréscimo das fontes de receita, no ICMS da última semana, houve uma redução superior a R$1 milhão em rela­ção ao mesmo período do ano passado”, exemplifica.

Hoje, a Prefeitura procederá o pagamento limite de até R$3 mil para todos os servidores, não deixando nenhum deles sem pagamento. Os demais, que possuem renda acima deste valor, receberão a parcela complementar até o próximo dia 28 de outubro, último dia útil do mês.

A assessoria de comuni­cação da prefeitura esclarece que os servidores do regime celetistas e os servidores da Se­cretaria Municipal de Educação vinculados ao Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb), que contempla educadores em sala de aula, não fazem parte deste escalonamento e rece­berão pagamento integral. “Do total do funcionalismo, cerca de 84,5% dos servidores receberão o pagamento integral de seus salários hoje”.

Ainda de acordo com a assessoria de comunicação, também não fazem parte do escalonamento os servidores que estão licenciados, os apo­sentados e os pensionistas, que também receberão o salário integral.

Por fim, o município desta­ca que “a Administração Muni­cipal sempre priorizou os ser­vidores, garantindo seus sub­sídios, conforme procedeu nos últimos 93 meses, pagando em dia ou antecipado. No entanto, neste momento crítico, solicita a compreensão, visto que esta foi a única alternativa possível para viabilizar o pagamento dos salários concomitante com a garantia da manutenção dos serviços públicos a que o cida­dão tem direito”.

REAJUSTE

O Sindicato dos Trabalha­dores Municipais (Sintram) e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Município de Divi­nópolis (Sintemmd) aceitaram, em maio deste ano, após 38 dias de greve, a proposta de 7% de aumento salarial e 8% de rea­juste no vale-refeição oferecida pela prefeitura.

Esses 7% de aumento foram dados em duas partes de 3,5% cada. A primeira foi incluída no pagamento referente ao mês de abril. O próximo aumento está programado para ser concedido em dezembro.

SINTRAM

A reportagem entrou em contato com o Sintram para um posicionamento do Sindicato, mas, até o fechamento desta edição, não houve retorno.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.