terça-feira, 4 de Outubro de 2016 14:53h Carina Lelles

Secretaria de Administração Prisional assume antiga cadeia de Bom Despacho

A antiga cadeia de Bom Despacho foi reativada, agora como unidade da Secretaria de Administração Prisional (Seap). Foram investidos neste ano R$ 72 mil, procedentes da arrecadação de penas de prestação pecuniária apli­cadas pela Justiça local, em reformas, que asseguraram também um aumento no nú­mero de vagas, de 60 para 86. A Cadeia de Bom Despacho foi destruída por uma rebelião de presos em dezembro de 2010 e estava interditada desde então. Ao todo, 12 presos tra­balharam nas obras.

O juiz de Execução Penal da Comarca de Bom Despa­cho, João Batista Simeão da Silva, observa que os presos originários de Bom Despacho vinham sendo enviados para o Complexo Penitenciário Pio Canedo, em Pará de Minas, a cerca de 80 quilômetros. “Nossa principal preocupação é com a garantia dos direitos dos presos, como o de cumprir pena perto de suas famílias”, diz o juiz.

De fato, depois da rebelião de 2010, a Polícia Civil de Mi­nas Gerais (PCMG) continuou administrando a cadeia, limi­tada a uma cela para presos provisórios. O delegado Fábio Henrique Xavier e Silva diz que agora ficará liberado para as atividades típicas da PC, assim como outros três servidores da instituição em Bom Despacho.

O policiamento da cadeia pública de Bom Despacho era realizado por agentes pe­nitenciários, apoiados pelos militares da 50ª Companhia de Polícia Militar. Agora será de responsabilidade da SEAP, que contará com um efetivo de 27 agentes prisionais.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.