quinta-feira, 25 de Agosto de 2016 12:54h Mariana Gonçalves

UEMG traz para Divinópolis encontro regional de Psicopedagogia

POR MARIANA GONÇALVES

mariana.goncalves@gazetaoeste.com.br

 

No sábado (27), o município irá receber o Encontro Regional de Psicopedagogia – ensinar e aprender no contexto das teorias de Alicia Fernández. O evento tem a organização do curso de pós-graduação em Psicopedagogia Clínica e Institucional da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) - unidade de Divinópolis.

O encontro será realizado no Anfiteatro do Bloco 5, sala 510, da UEMG, localizada na Avenida Paraná, 3.001, Jardim Belvedere, a partir das 13h30. Foram disponibilizadas 80 vagas para o evento, para participar, é necessário fazer inscrição pelo e-mail encontropsicopedagogico@gmail.com ou pelo site https://sites.google.com/site/encontropsicopedagogico/.

O objetivo do evento, entre outros, é refletir sobre a influência das teorias alicianas na educação e na atuação psicopedagógica clínica e institucional. Poderão participar do encontro psicopedagogos, pedagogos, psicólogos, estudantes dos cursos de Psicologia e das Licenciaturas, professores e educadores em geral.

De acordo com a professora Marilene Valério, uma das organizadoras do evento, “este primeiro encontro cumpre três objetivos: discutir as questões de aprendizagem e não aprendizagem à luz das teorias da mundialmente reconhecida psicopedagoga argentina, Alicia Fernández; trazer ex-alunos para participar da vida acadêmica na UEMG; além de divulgar e apresentar à comunidade externa a especialização que a Unidade Divinópolis oferece na área”, enfatizou a professora.

 

PÚBLICO-ALVO

 

O foco do Encontro será os psicopedagogos (as); pedagogos (as); professores (as); estudantes de pós em Psicopedagogia; psicólogos(as); alunos(as) de graduação em Pedagogia e demais licenciaturas; estudantes de graduação em Psicologia, educadores em geral.

 

ALÍCIA FERNÁNDEZ

 

A história de Alicia Fernández se confunde com a História da Psicopedagogia na América Latina. Sabemos que a Psicopedagogia teve sua origem na Europa, chegou à América Latina por meio da Argentina, país este que influenciou diretamente o Brasil. Alicia Fernández, ao lado de Sara Paim, Jorge Visca, dentre outros intelectuais, é um exponencial na promoção da Psicopedagogia no Brasil e em outros países, colaborando diretamente com a formação de parte dos profissionais na área de Psicopedagogia por meio de produções escritas, assessoria a instituições públicas e privadas, docência em cursos de especialização latu sensu, congressos, dentre outros.

Alicia Fernández formou-se em Psicopedagogia pela Facultad de Psicopedagogía da Universidad del Salvador, Buenos Aires, Argentina. Cursou Psicologia na mesma universidade, mantendo contato com a psicanálise por meio de Pichon Rivière e Bleger. Além disso, especializou-se em Psicopedagogia Clínica e em Psicodrama. Durante sua formação inicial e continuada consolidou o referencial teórico que servirá de base para suas contribuições teóricas e práticas no campo da Psicopedagogia, a exemplo da psicanálise e do psicodrama.

O currículo profissional de Alicia Fernández é extenso, demonstrando total dedicação à Psicopedagogia e a relevância de sua atuação nesse sentido. A psicopedagoga morreu em 26 de fevereiro de 2015, aos 70 anos, vítima de câncer. [Material retirado e reproduzido do portal Ateliê de Educadores].

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.