Multiplicadora da ONG Gerando Falcões destaca engajamento do Fazendo Arte.

28 NOV 2021

A multiplicadora de Tecnologia Sociais da ONG Gerando Falcões, Pamela Gomes Teixeira, visitou durante dois dias o Fazendo Arte/Acesa. Ela acompanhou no começo da semana de perto a proposta das oficinas e destacou o engajamento da equipe.  


A multiplicadora ressaltou que a visita é uma forma da equipe do projeto saber como funciona a Gerando Falcões para o crescimento das atividades do projeto.


“Temos essas visitas semestrais. Nossa ideia é saber como a unidade funciona e acompanhar as atividades das crianças. Acompanhando o líder e saber sobre o processo de gestão e a metodologia aplicada”, afirmou a multiplicadora.

Pamela destacou que o Fazendo Arte/Acesa foi escolhido nesta visita pelo número de atendimentos.

“O Fazendo Arte foi escolhido a dedo. Queríamos conhecer de perto como é ter uma estrutura para atender 400 crianças. A minha percepção é que a equipe do projeto é muito engajada e é importante para manter o crescimento das atividades”, afirmou.



No final da visita, a multiplicadora de Tecnologia Sociais da Gerando Falcões, elogiou a metodologia do Fazendo Arte/Acesa.

“É uma proposta que tem uma qualidade de atendimento de excelência e está próxima da comunidade mais carente. O projeto trabalha a arte e isso é importante para um mundo melhor. É importante que a arte esteja chegando onde precisa”, destacou.

A diretora executiva do projeto, Lenir de Castro, ressaltou a importância da visita da multiplicadora. “Mostramos todo o projeto. Nossos professores e nossas oficinas. A visita é importante para o nosso crescimento e estamos empenhados em fazer parte da Rede Gerando Falcões.  


Desde o ano passado, o Fazendo Arte/ Acesa faz parte da Rede Gerando Falcões em Divinópolis, que trabalha como ponte, através de uma rede com as ONGs conveniadas apoiando atendimentos de famílias vulneráveis.

O Fazendo Arte tem a proposta de inclusão sociocultural e qualificação profissional de jovens desde 2002. Oferece sete oficinas: viola, violão, balé/jazz, hip-hop, danças folclóricas ,canto popular  e teatro. As aulas são em sistema híbrido, online e na sede do projeto Fazendo Arte, na Rua Espírito Santo, 273, no Centro.

O Fazendo Arte é aprovado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A Gerdau e a Sidercentro do Grupo Ciafal são parceiras do projeto.

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.