sexta-feira, 20 de Maio de 2016 09:45h Ministério do Desenvolvimento Social

Alberto Beltrame assume a Secretaria Executiva do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário

Médico gaúcho, que tomou posse nesta quinta-feira (19), estava no Ministério da Saúde

O médico Alberto Beltrame assumiu, nesta quinta-feira (19), a Secretaria Executiva do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário. Até a última quarta-feira (20), ocupava o cargo de secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde.
Gaúcho, formado pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Beltrame é especialista em Pediatria e em administração hospitalar e mestre em Gestão de Sistemas de Saúde pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

 

 

 

“Embora, nesses últimos 30 anos de carreira, tenha me dedicado principalmente à saúde pública, tive experiência na assistência social num momento histórico importante. No início da década de 1990, quando ocorreu a implantação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e da Lei Orgânica da Assistência Social (Loas)”, disse.

O secretário acredita que a interface da assistência social e saúde é enorme. “O entendimento das condicionantes sociais é muito importante para se desenvolver políticas públicas, tanto na assistência social quanto na atenção à saúde”.

 

 

 

Currículo – Beltrame acumula três passagens pelo Ministério da Saúde. De 1999 a 2003 coordenou os Sistemas de Alta Complexidade e o Sistema Nacional de Transplantes. No período, também dirigiu o Departamento de Redes e Sistemas Assistenciais, foi coordenador da Comissão de Serviços de Saúde representando o Brasil no Mercosul. Entre 2007 e 2008, voltou ao Ministério da Saúde como diretor do Departamento de Atenção Especializada. Entre outubro do ano passado até a última quarta-feira (18), ocupou o cargo de secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, mesmo cargo que ocupou entre 2008 e 2011.

Na área de assistência social, foi presidente da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social, no início da década de 1990, início da implantação do Suas e da Loas.

 

 

 

O médico também foi superintendente Regional do extinto INAMPS no Rio Grande do Sul (1986 a 1990), diretor de Assistência Médica do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul em duas gestões (1990 a 1991 e 1994). Entre 1994 e 1996, foi diretor-presidente da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social e diretor do Trabalho na Secretaria Estadual do Trabalho, Cidadania e Assistência Social/RS (1996 a 1997).

Na área hospitalar, foi superintendente de várias instituições filantrópicas, como o Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul. Atualmente, preside o Conselho de Administração do Grupo Hospitalar Conceição, em Porto Alegre

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.