quarta-feira, 8 de Abril de 2015 12:19h

Alerta contra a dengue vai mobilizar população em Mateus Leme

Secretaria de Saúde aposta na informação para reforçar o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e febre Chikungunya

Para combater a dengue e a febre Chikungunya a Secretaria de Saúde de Mateus Leme aposta na informação. A partir desta semana, o setor de vigilância em Saúde vai ampliar a divulgação dos índices que mensuram o número de casos confirmados da doença no município. O objetivo é alertar ainda mais a população contra os males provocados pelo Aedes aegypti.

Em Mateus Leme, de janeiro até o último dia 04 de abril, no encerramento da 13ª epidemiológica, foram confirmados 32 casos de dengue. A constatação foi feita por meio de exames laboratoriais encomendados pela Secretaria Municipal de Saúde à Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte, e diagnósticos particulares, conhecidos como NS1.

A situação é mais crítica no Centro da cidade, onde está a maioria dos casos, 10 no total. Nos bairros vizinhos de Londrina e Imperatriz, o estado é de alerta por causa dos oito casos confirmados. Há focos da doença também nos bairros Central, Consenza, Santa Bárbara, Estância Champangnat, Vale dos Araçás, Vale Verde, Nossa Senhora do Rosário, Jardim Serra Azul, além dos distritos de Azurita e Serra Azul.

Para a coordenadora do setor de vigilância da Secretaria de Saúde, Lucélya Nunes de Souza, a nova estratégia vai ajudar a diminuir os índices da doença. “Vamos mobilizar a população para alcançar resultados. Nosso objetivo é mostrar a evolução da dengue e sensibilizar a todos de que é preciso ter atitude para exterminar o mosquito e, consequentemente, reduzir o número de casos confirmados da doença”, informou.

E é preciso agir rápido para impedir novas formas de contágio da dengue. Conforme dados da Secretária Municipal de Saúde, já foram diagnosticados dois casos da forma grave da doença. Há ainda 104 casos que estão sendo investigados.

Para aumentar a mobilização, os boletins estão sendo afixados nas repartições públicas, como na recepção da Prefeitura de Mateus Leme e em algumas secretárias, além das unidades de Saúde.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.