quarta-feira, 21 de Outubro de 2015 09:41h

Caixa lança aplicativo do Bolsa Família

Caixa lança aplicativo do Bolsa Família

A Caixa Econômica Federal lançou, nesta segunda-feira (19), um aplicativo para facilitar o acesso de 13,9 milhões de famílias a informações do Bolsa Família. O lançamento faz parte das comemorações dos 12 anos do programa. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente em celulares com os sistemas Android, Windows Phone e IOS. Pela nova ferramenta, beneficiários do programa poderão verificar rapidamente a situação do seu benefício, o calendário de pagamentos e a rede de atendimento da Caixa.
As informações incluem os valores disponíveis para saque, data de retirada e últimas parcelas pagas. O beneficiário conta ainda com as opções Mensagem do Bolsa Família e Dúvidas Frequentes, que trarão informações sobre atualização de dados cadastrais e cumprimento de regras relativas à saúde e educação, por exemplo.
Quem não for beneficiário também poderá usar o aplicativo para consultar informações sobre o
calendário de pagamentos, regras e condicionalidades do programa, e conferir a localização da rede de atendimento da Caixa, que conta com mais de 38 mil canais disponíveis, entre lotéricas, caixas eletrônicos, agências e a rede Caixa Aqui.
O Bolsa Família atende, atualmente, 13,9 milhões de famílias em todo o País. Considerado o maior programa de transferência de renda do mundo, é direcionado a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.
Nos últimos 12 anos, o programa vem garantindo aos seus beneficiários o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.

 

 

VULNERABILIDADE

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.
O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.
Em todo o Brasil, mais de 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.
A população alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza.
As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 77,00 por pessoa. As famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 77,01 e R$ 154,00 por pessoa. As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.
Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.
Caso atenda aos requisitos de renda e não esteja inscrito, procure o responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura de sua cidade para se inscrever no Cadastro Único.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.