quinta-feira, 26 de Março de 2015 13:10h Atualizado em 26 de Março de 2015 às 13:12h.

Começa a pesquisa dos estoques privados de café

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai pesquisar os estoques privados de café arábica e do conilon da safra 2013/2014

Para isso, está enviando boletins a armazenadores, produtores, cooperativas, associações e indústrias de torrefação, moagem e de solúveis, público que detém a guarda do produto. O prazo para preenchimento e devolução do relatório à Conab, via e-mail ou pelos Correios, vai até 17 de abril.
Serão coletadas informações sobre volume, tipo, distribuição espacial e por segmento dos armazenadores. A posição do estoque corresponde à do dia 31 de março deste ano, quando entra a nova safra do produto.
Os dados são importantes para estimar os estoques de passagem e dar conhecimento do balanço de oferta e demanda do produto no país, o que servirá para a formulação de políticas públicas para o setor. De acordo com a gerência de Informações Técnicas da Companhia, responsável pela pesquisa, os números levantados somente serão divulgados de forma consolidada, preservando o sigilo da informação individualizada.
Quem não receber o formulário até 7 de abril deve entrar em contato com o setor, utilizando o e-mail estoque-privado@conab.gov.br. Mais detalhes podem também ser encontrados na página da Conab na internet, no endereço http://www.conab.gov.br/conteudos.php?a=1105&t=2).
Em 2014, o levantamento identificou um estoque privado de 15,2 milhões de sacas de café, volume 9,2% superior ao contabilizado em 2013, que chegou a 13,9 milhões de sacas. O café do tipo arábica continua predominante no estoque privado
nacional, correspondendo a 93% do total do café, enquanto o conilon representa apenas 7%.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.