quarta-feira, 20 de Maio de 2015 10:04h

Conab contratará frete para remoção de até 86,6 mil t de milho para diversos estados

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) irá realizar, na próxima sexta-feira (29)

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) irá realizar, na próxima sexta-feira (29), dois leilões para contratação de frete de milho em grãos até os postos de distribuição dos estados que vem sofrendo com o desabastecimento do produto. As operações estão detalhadas nos avisos de Nº 060 e 061 (clique aqui para acessar) e preveem a remoção de até 86,6 mil t do produto.
       O cereal está depositado em Mato Grosso (MT) e em Mato Grosso do Sul (MS) e deverá ser entregue nos seguintes estados e respectivos municípios: Alagoas (Maceió, Palmeira dos Índios), Bahia (Entre-Rios, Irecê, Itaberaba, Santa Maria da Vitória), Ceará (Crateús, Icó, Iguatú, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Russas, Senador Pompeu, Sobral), Maranhão (São Luís), Minas Gerais (Montes Claros), Paraíba (Campina Grande, João Pessoa, Monteiro, Patos), Pernambuco (Recife), Piauí (Parnaíba, Picos, Teresina), Rio Grande do Norte (Açu, Caicó, Currais Novos, João Câmara, Mossoró, Natal, Umarizal), Sergipe (Itabaiana), Acre (Rio Branco), Amazonas (Manaus), Distrito Federal (Brasília), Espírito Santo (Vitória), Minas Gerais (Juiz de Fora), Pará (Ananindeua), Rondônia (Porto Velho, Cacoal), Roraima (Boa Vista), Tocantins (Araguaína).
      Os embarques deverão ter início em 48 horas após a convocação formal a ser realizada pela Conab. O prazo para conclusão dos serviços e fluxo semanal varia de acordo com a quantidade embarcada, sendo o mínimo de dois e o máximo de 59 dias úteis.
        Estas operações foram autorizadas pela Resolução Nº 2, de 29 de abril, que permite a venda de até 100 mil t de milho dos estoques públicos por meio do Programa de Vendas em Balcão na região de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). O limite de aquisição por beneficiário/mês é de seis toneladas e o preço de venda é referenciado nas cotações do produto no mercado local.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.