terça-feira, 23 de Junho de 2015 13:43h

Conab divulga preços mínimos para a biodiversidade nos estados

A partir do mês de julho, produtores e extrativistas de estados brasileiros receberão técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para divulgação da Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio)

O objetivo é esclarecer os modelos operacionais de acesso à política e orientar sobre as operações de subvenção diretamente nas regiões contempladas, por meio de encontros de capacitação, distribuição de materiais impressos e exposição de vídeo institucional.

A ação será possível graças aos recursos disponibilizados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), que destinou cerca de R$ 400 mil para a realização de um plano de ação, que engloba a produção de material promocional e visitas técnicas para levantamento de informações de mercado dos produtos extrativos. O Termo de Execução Descentralizada emitido pelo MDA para liberação da verba foi assinado nesta segunda-feira (22) pelo presidente da Companhia, Rubens Rodrigues dos Santos, e pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, durante o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2014-2015, realizado no Palácio do Planalto pela presidenta Dilma Rousseff.

Esta é a segunda iniciativa conjunta da Conab com o MDA para divulgação da PGPM-Bio. A política atua em todo o território nacional e os principais estados que acessam a subvenção são  Maranhão, Amazonas, Acre, Bahia, Ceará, Piauí, Amapá, Rondônia, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais e Tocantins. Entre os produtos incluídos estão açaí, piaçava, carnaúba, pequi, cacau e borracha extrativista.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.