terça-feira, 14 de Julho de 2015 14:03h Atualizado em 14 de Julho de 2015 às 14:06h.

Conab vai comprar farinha e fécula de mandioca para garantir preço mínimo

Produtores de farinha e fécula de mandioca já podem vender seus produtos para o governo federal

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foi autorizada a comprar até 40 mil toneladas de farinha e fécula nos estados em que a cotação de mercado esteja abaixo do preço mínimo.
A compra será realizada por meio da Aquisição do Governo Federal (AGF) e tem por objetivo garantir aos produtores rurais o nível de rentabilidade dado pelo preço mínimo, evitando que tenham que comercializar sua produção a preços que inviabilizem a atividade econômica.
Produtores rurais ou cooperativas de agricultores interessados em vender seu produto devem procurar a superintendência da Conab no seu estado. Poderão ser adquiridas 105 toneladas de farinha e 90 de fécula por produtor. A compra só será finalizada se o produto atender aos padrões exigidos.
A operação foi aprovada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (Ciep), composto pelos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Fazenda e do Desenvolvimento Agrário e a Casa Civil, motivada pela queda no preço da farinha e da fécula de mandioca. Em razão da seca no Nordeste, os produtores nos demais estados aumentaram a produção para abastecer o mercado e, agora, com a recuperação da região nordestina, houve um excesso de oferta, levando à redução dos preços.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.