sexta-feira, 24 de Julho de 2015 13:20h

Embrapa seleciona parceiros para produção e comercialização do VETSCORE®

Empresas e indústrias interessadas têm até o dia 21 de setembro para encaminhar à Embrapa Produtos e Mercado os documentos necessários à habilitação para produção e comercialização do “VETSCORE®”

Poderão participar deste edital empresas interessadas no licenciamento, sem exclusividade, da tecnologia. Estas empresas receberão, também, a licença de uso do selo “Tecnologia Embrapa” no produto. Com isso, a empresa passa a ser parceira da Embrapa na inserção desse produto no mercado.

O Vetscore é um instrumento sem similar hoje no mercado e sua precisão é de 85%, quando comparado ao método tradicional utilizado hoje - o visual - que é subjetivo e de pouca precisão. Trata-se de um dispositivo composto por duas réguas que formam uma angulação variando de 0° a 180°, quando posicionado sobre a garupa do animal. O resultado é indicado por cores, sendo que a cor vermelha indica condição corporal abaixo da recomendada, a cor amarela acima da recomendada e a verde indica que a condição corporal do animal está adequada. É de simples manuseio para avaliação da condição corporal de bovinos, permitindo um manejo mais eficiente e, consequentemente, um maior retorno econômico. A Embrapa Rondônia desenvolveu o Vetscore e o produto foi validado para uso em vacas em idade reprodutiva, primíparas e multíparas, das raças Nelore, Girolando e Angus.

Por meio desse equipamento o próprio produtor pode monitorar o rebanho de forma rápida e precisa. O produto é muito útil para pequenos produtores, particularmente os de gado leiteiro, que conta com a peculiaridade de as fêmeas estarem mais sujeitas a alterações da condição corporal em função do pré-parto, parto e pós-parto.

Conhecer a condição corporal influencia diretamente na eficiência produtiva e reprodutiva do rebanho, pois, permite correções no manejo alimentar buscando maior retorno produtivo e financeiro. O método tradicional de avaliação visual da cobertura muscular e de gordura demanda prévios conhecimentos anatômicos e é subjetivo, podendo apresentar resultados diferentes de acordo com a experiência de cada técnico avaliador. Formas objetivas de avaliação do escore de condição corporal são baseadas em exames com uso de imagens, a exemplo da ultrassonografia, realizada por técnicos altamente qualificados e com aparelhos de alto custo, sendo acessível apenas a uma pequena parte dos produtores.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.