terça-feira, 4 de Outubro de 2016 16:16h Pedro Gianelli

Enem abre hoje inscrições para privados de liberdade

Em 2015 foram inscritos 45,5 mil participantes que cumprem algum tipo de restrição de liberdade

O Exame Nacional do En­sino Médio (Enem) 2016 abriu ontem as inscrições para pes­soas privadas de liberdade ou jovens sob medida socio­educativa. Os responsáveis pedagógicos de cada órgão de administração prisional e socioeducativa do país devem cadastrar os candidatos pela internet até 21 de outubro. As provas serão aplicadas em 6 e 7 de dezembro.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesqui­sas Educacionais Anísio Tei­xeira (Inep), podem participar do exame os órgãos e institui­ções cujas unidades prisionais e socioeducativas firmaram termo de compromisso com a autarquia. Os estabelecimen­tos de administração prisional e socioeducativas do país têm até as 23h59, no horário de Brasília, do dia 7 de outubro para firmar termo de adesão, responsabilidades e compro­missos, por meio eletrônico, com o Inep.

ENEM

Segundo o Inep, na edição de 2015 do Enem, foram ins­critos 45,5 mil participantes que cumprem algum tipo de restrição de liberdade — au­mento de 19% em relação a 2014, quando foram registra­das 38,1 mil inscrições.

A nota do Enem pode ser usada pelas pessoas privadas de liberdade para participar de seleção para vagas no en­sino superior e certificação do ensino médio, para aqueles com mais de 18 anos. O exa­me regular será aplicado em todo o país nos dias 5 e 6 de novembro.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.