sábado, 21 de Fevereiro de 2015 06:43h

Esportes movimentam o turismo no Brasil

Grandes eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas consolidam imagem do país no turismo esportivo

Dados do Ministério do Turismo mostram que o esporte foi a principal motivação de 5 milhões de viagens domésticas em 2014, geradas principalmente pela Copa do Mundo. Nesta quinta-feira (19), o país comemora o Dia do Esportista, profissão que tem espaço especial no turismo pela importância estratégica do esporte em véspera de ano olímpico no país.

Para o ministro do Turismo, Vinicius Lages, há um amplo espaço para otimizar os ganhos para o esporte e o turismo nacional. A Copa do Mundo de 2014, por exemplo, atraiu cerca de 1 milhão de estrangeiros de 203 países para o Brasil, o que rendeu US$ 1,58 bilhão em divisas para o país. “Com o estímulo e o desenvolvimento de novos produtos que aliem turismo e esporte, ganhamos tanto na diminuição dos efeitos da sazonalidade em alguns destinos quanto na comercialização de produtos e serviços agregados”, avalia Lages.

A construção, reforma ou expansão de novos estádios, a profissionalização dos campeonatos nacionais de diversas modalidades, o intercâmbio de experiências por meio de congressos e feiras focados em nutrição ou tecnologia esportiva abrem excelentes perspectivas o desenvolvimento do turismo por meio do esporte.

Para 2016, a expectativa é que entre 350 mil e 500 mil turistas internacionais visitem o Brasil durante os Jogos Olímpicos. Antes disso, já em 2015, estão previstos uma série de eventos-teste no Rio de Janeiro, o que deve aumentar o fluxo de atletas e visitantes na cidade. Outro destino cujo fluxo de visitantes será beneficiado pelo esporte é Palmas (TO), onde serão realizados os Jogos Mundiais Indígenas, em setembro. O evento terá a presença de mais de 2 mil atletas de 30 países.

O turismo também se beneficia do esporte por meio de competições amadoras. Atletas que viajam pelo país em competições como corridas de rua, por exemplo, se transformaram em um nicho de mercado explorado pela rede hoteleira. A fim de estreitar as relações e de fidelizar os clientes, algumas redes oferecem descontos superiores a 50% para o hóspede que apresentar o comprovante de alguma competição da qual participará durante o fim de semana da estadia. Apenas uma empresa organizadora desse tipo de competição contabilizou mais de 100 mil corredores inscritos só no ano passado em disputas realizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Florianópolis.

O esporte estimula ainda a renovação de equipamentos estratégicos para o turismo, critério decisivo de competitividade no setor. “As competições esportivas beneficiam a população local por meio do ‘legado’ dos eventos e do incentivo de melhorias na infraestrutura urbana. Estamos de olho na diversificação das estratégias de captação de turistas e no uso do esporte a nosso favor”, afirma o ministro do Turismo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.