sexta-feira, 16 de Janeiro de 2015 10:24h Atualizado em 16 de Janeiro de 2015 às 10:27h. Pollyanna Martins

Esteticista ensina cuidados especiais com a pele no verão

Protetor solar é o básico para o dia a dia

O verão chegou em dezembro e tem castigado os brasileiros com temperaturas acima do normal. Além de uma alimentação balanceada para manter o corpo e a saúde em dia na estação mais quente do ano, é indispensável ter também um cuidado especial com a pele.
A enfermeira especializada em estética e cosmetologia Nathália Oliveira explica que o cuidado básico que toda pessoa deve ter com pele é usar o protetor solar diariamente. “Essa regra vale para todos os tipos de pele. Muita gente acha que quem tem pele morena ou negra não precisa usar o protetor, porque já tem uma proteção natural, mas precisam sim, porque [elas] estão sujeitas também a queimaduras e câncer de pele.”
Segundo Nathália, é ideal aplicar o protetor solar meia hora antes de sair de casa e reaplica-lo a cada duas horas, ou quando molhar o rosto e transpirar em grande quantidade. “Muita gente não usa o protetor por causa do óleo que tem nele e para quem tem a pele oleosa acaba dando mais espinha, mas já tem no mercado o protetor solar para pele oleosa. Tem os protetores à base de gel. Para a pele mais seca é indicado usar o protetor com hidrante”, indica.
Além do protetor solar, a enfermeira orienta o uso de creme para ajudar a manter a hidratação natural da pele e ressalta que o rosto só deve ser lavado duas vezes ao dia. “As mulheres têm que chegar em casa, retirar toda a maquiagem, lavar o rosto e passar um hidratante em abundância. Por causa do calor a pele fica mais ressecada. Um produto que nesse calor é ótimo utilizar é a água termal. É encontrada em farmácias e ela repõe os minerais da pele”, sugere. Conforme a enfermeira, a água é usada para lavar o rosto com o sabonete próprio para o tipo de pele de cada pessoa.

 

COMBINAÇÃO PERFEITA
Para quem quer manter a pele saudável na estação mais quente do ano, o conjunto essencial é limpeza de pele, protetor solar e hidratação. “Para iniciar qualquer tratamento, o melhor é fazer uma limpeza de pele, que hoje custa na faixa de R$ 60 a R$ 80. Às vezes a pessoa vai em algum lugar que oferece limpeza de pele sem dor e sem extração: ela não existe. Para tirar os cravos, para limpar a pele, tem que ser com o extrator, que causa um pequeno incômodo”, explica Nathália.
Ela esclarece ainda que não existe uma frequência ideal para fazer a limpeza de pele. Fatores como maquiagem e lugar onde a pessoa mora interferem na periodicidade do procedimento. “O correto é fazer a limpeza de pele uma vez ao mês, mas tem gente que leva dois meses ou até mais tempo para precisar de um novo procedimento”, diz.
Outra dica importante a seguir nesta estação é a hidratação com líquido. “A pele perde líquido, perde os minerais, conforme a gente vai suando. É importante a pessoa beber água, suco, durante todo o dia. A pele envelhece mais rápido sem a hidratação. Se a pessoa está na praia, no clube, ou mesmo trabalhando, tenha sempre uma garrafa de água ao lado. O indicado são dois litros de água por dia”, reforça.

 

PELLING E CUIDADOS PÓS-PRAIA
De acordo com Nathália, muitas pessoas têm receio em fazer pelling no verão, mas o procedimento pode ser realizado nesta estação, desde que de forma superficial. “O pelling superficial é adequado no verão. Claro que a gente não indica para aquela pessoa que vai para a praia. Se a pessoa quer fazer para ir para a praia, o recomendado é fazer duas semanas antes da viagem. O pelling superficial é químico, e às vezes não descasca a pele”, conta.
Segundo a enfermeira, para ter um bronzeado perfeito neste verão não é preciso ficar uma tarde no sol. A enfermeira explica que a fixação da cor é um processo gradativo. “Às vezes as pessoas vão para a praia e [se] esticam debaixo do sol o dia inteiro para ficar bem bronzeadas. Mas o bronzeado acontece gradualmente, não precisa ficar o tempo todo debaixo do sol, porque agride a pele. É ao longo dos dias que a pessoa vai ver o resultado”, ensina.
Para quem chegou da praia e está descascando a pele, a orientação é não tomar sol nestas áreas e também cicatrizes recentes, para evitar as manchas. “A pele pode manchar quando você está descascando e toma sol por cima. Geralmente o pessoal não liga. É importante passar bastante protetor solar na área que está descascando e evitar a exposição. Os efeitos do sol na pele você não vê hoje ou amanhã, vê daqui uns anos”, ressalta.

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.