terça-feira, 31 de Março de 2015 11:41h

Etapa do Soja Plus Minas em fase de conclusão

A primeira etapa do Programa Soja Plus Minas chega ao fim em 1 de abril, com a mobilização dos produtores das regiões do Triângulo, Noroeste e Alto Paranaíba

O programa foi criado para promover a capacitação de produtores rurais na gestão das propriedades, do ponto de vista econômico, social e ambiental, com objetivo de melhorar a gestão. Lançado no estado em agosto é coordenado pelo INAES (Instituto Ernesto de Salvo, do Sistema FAEMG) e ABIOVE (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), com o apoio dos Sindicatos Rurais, SENAR e UFV.

O próximo passo será a realização de cursos do SENAR MINAS sobre qualidade de vida na fazenda, legislação ambiental e trabalhista, construções rurais, sustentabilidade da soja brasileira, integração lavoura-pecuária-floresta e recomposição de APP (matas ciliares).  Em seguida será a vez da orientação técnica para os produtores, monitorada por alunos do último ano de graduação da UFV (Universidade Federal de Viçosa).

Segundo o superintendente do INAES, Pierre Vilela, Minas Gerais é o sexto maior produtor de soja: “Apesar dos avanços da sojicultura em Minas, quanto ao uso de novas técnicas de manejo agrícola, novos maquinários, uso de agricultura de precisão e melhoramento genético de cultivares, ainda é necessária a melhoria contínua da gestão financeira e econômica da fazenda, melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores rurais e das comunidades locais”.

O programa beneficiará produtore de Araxá, Patos de Minas, Patrocínio, Uberaba, Uberlândia, Ituiutaba, Unaí e Paracatu, municípios que concentram 90% da soja mineira. Em 2015, serão atendidos cerca de 400 produtores do estado na parte teórica. Quanto à assistência técnica nas fazendas, está previsto atendimento de 200 produtores.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.