sexta-feira, 6 de Março de 2015 14:34h

Feriados geram movimentação de R$ 4,4 bilhões para o Sudeste

Destinos da região vão receber mais de um terço das viagens do país e quase a metade da movimentação financeira prevista para os seis períodos de folgas prolongadas

As economias dos quatro estados da região Sudeste terão um acréscimo de R$ 4,48 bilhões com as viagens motivadas pelos feriados nacionais do calendário de 2015, de acordo com estimativa do Ministério do Turismo. São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo serão destinos de mais de um terço das viagens previstas para o país (3,9 milhões) nos seis feriados extras, de um total de cerca de 10,9 milhões.

Puxado pelos números de São Paulo e do Rio de Janeiro, destinos mais visitados do país, o Sudeste deverá registrar também as maiores movimentações financeiras e de viajantes entre as regiões brasileiras.  Os destinos paulistas deverão contar com R$ 2,27 bilhões com a realização de 2 milhões de viagens extras para o estado, enquanto a perspectiva de ganhos para o turismo do Rio de Janeiro é de R$ 1,16 bilhão em 883,3 mil viagens.

Minas Gerais, com suas cidades históricas, deverá registrar 734 mil viagens nos seis feriados avaliados e gastos de turistas da ordem de R$ 816,2 milhões. Para o Espírito Santo, destino de praias e montanhas, a expectativa é de movimentação financeira de R$ 230 milhões com projeção de 202 mil viagens.

De acordo com o ministro do Turismo, Vinicius Lages, os feriados dão fôlego extra ao setor. "As viagens movimentam os meios de hospedagem, o comércio e os demais serviços ligados ao turismo. No ano passado foram feitas 206 milhões de viagens pelo país, um número recorde, que temos condições de superar", diz o ministro.

O feriado de 12 de outubro, uma sexta-feira, será o de maior fluxo nos destinos do Sudeste.  Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e quando se comemora também do Dia da Criança, a data deve resultar na realização de 717,8 mil viagens e em impacto econômico de R$ 829 milhões nos quatro estados. O segundo feriado mais movimentado será o dia de Finados, 2 de novembro, uma segunda-feira.

No Brasil, serão 10,9 milhões de viagens nos seis feriados nacionais com impacto de R$ 18,66 milhões nos 26 estados e no DF. O levantamento foi realizado pela Fundação Getulio Vargas, a pedido do Ministério do Turismo.

Para o cálculo de número de viagens e de gastos dos turistas, o MTur considerou as datas de 21 de abril (Tiradentes, terça-feira), 1º de maio (Dia do Trabalho, sexta-feira), 4 de junho (Corpus Christi, quinta-feira), 7 de setembro (Independência do Brasil, segunda-feira), 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, segunda-feira) e 2 de novembro (Finados, segunda-feira). Foram excluídos do cálculo o Carnaval, a Semana Santa, o Natal e o Réveillon, feriados já incluídos todos os anos no calendário.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.