quarta-feira, 18 de Março de 2015 13:11h Maycon Fidalgo

Fiscalização em comércio aconteceu nesta terça-feira

Superintendência de Agricultura do DF comandou a operação especial

Uma ação especial de fiscalização comercial coletou, nesta terça-feira (17), oito amostras de azeites, duas de bebidas alcoólicas e uma de néctar, farinha de mandioca, farinha de trigo, arroz e feijão. Os Fiscais Federais Agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) atuaram na operação para verificar se os produtos mais consumidos pela população na sexta-feira santa estão de acordo com os padrões estabelecidos pelo Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (DIPOV).

Os produtos foram escolhidos aleatoriamente e foram encaminhados aos Laboratórios Nacionais Agropecuários (Lanagros), capacitados para avaliar se os produtos encontram-se em conformidade com os padrões estabelecidos pelo Mapa.

Para o diretor do DIPOV, Fábio Florêncio, o principal objetivo da fiscalização da qualidade dos produtos vegetais implementada pelo Ministério da Agricultura é garantir ao consumidor que o produto que está consumindo encontra-se dentro dos padrões oficiais. “Em caso da não conformidade, após garantir ao responsável o direito de contestação, e mesmo assim confirmar a não conformidade ao padrão oficial, ele receberá um Auto de Infração, podendo receber as penalidades de multa, suspensão da comercialização e apreensão da mercadoria”, explica Florêncio. Para ele, “trabalhos como este são importantes para que a população possa conhecer e reconhecer as atribuições de um Fiscal Federal Agropecuário”.

A inspeção de produtos de origem vegetal é feita rotineiramente pelos FFAs. No ano passado, o DIPOV realizou aproximadamente 7 mil fiscalizações em estabelecimentos comerciais de produtos vegetais em todo o País.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.