quinta-feira, 2 de Julho de 2015 13:25h

FORD ANUNCIA AVANÇOS NA TECNOLOGIA DE 'WEARABLES" E CARROS AUTÔNOMOS

Ford divulgou novos avanços no desenvolvimento da tecnologia "wearable" - dispositivos de vestir - que se conectam com seus carros, a criação de um time global dedicado a veículos autônomos e o uso de um processo de impressão 3D muito mais rápido para a produção de peças.

O aplicativo MyFord Mobile, já disponível para smartphones, vai ganhar em breve uma extensão para smartwatches, incluindo o Android Wear. O aplicativo permite ao motorista checar rapidamente a autonomia e carga da bateria do veículo híbrido ou elétrico e localizar onde ele foi estacionado. Com a versão para relógios inteligentes, será possível obter as mesmas informações através da tela no pulso.

A Ford anunciou também um passo importante no desenvolvimento da tecnologia de veículos autônomos, que deixou de ser um esforço de pesquisa para se tornar um programa de engenharia avançada dentro da empresa. Para tanto, nomeou o veterano Randy Visintainer como diretor de desenvolvimento de veículos autônomos e criou um time global nessa área.

O novo time vai trabalhar junto com o Centro de Pesquisa e Inovação da Ford em Palo Alto, dentro do plano Ford Smart Mobility, para levar a empresa a um novo nível em termos de conectividade, mobilidade, veículos autônomos, experiência do cliente e "big data".

"Nos próximos cinco anos, vamos expandir as tecnologias de assistência ao motorista em toda a nossa linha de produtos para ajudar a tornar as nossas ruas mais seguras e avançar na direção automatizada", diz Raj Nair, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto Global da Ford. "Ao mesmo tempo, estamos trabalhando para proporcionar uma experiência excepcional ao cliente em todos os momentos de compra e posse de um veículo Ford."

Como programa de engenharia avançada, a tecnologia de direção autônoma entra na segunda das três fases do processo para chegar o mercado. A equipe agora trabalha para viabilizar as tecnologias de sensoriamento e computação necessárias para a produção, teste contínuo e refinamento de algoritmos.

A tecnologia de assistência de pré-colisão com detecção de pedestres, já disponível no Mondeo na Europa, será lançada nos Estados Unidos no ano que vem, dentro do plano da Ford de oferecer esse equipamento na maioria de seus veículos globalmente até 2019. Os recursos de assistência ao motorista são a base para a tecnologia de direção totalmente automatizada, com o aprimoramento de sensores, algoritmos e atuadores dos veículos.

Análises independentes do mercado mostram que a Ford hoje é a marca que oferece a maior disponibilidade de recursos de assistência ao motorista em quatro segmentos de veículos nos Estados Unidos. Modelos como a picape F-150, os utilitários esportivos Edge e Explorer e os sedãs Fusion e Taurus oferecem oito recursos de assistência, como estacionamento automático, alerta de tráfego cruzado, aviso de manutenção na faixa e monitoramento de pontos cegos.

Nova tecnologia de impressão 3D
A Ford está colaborando com "start-ups" e empresas do Vale do Silício, nos Estados Unidos - centro global de inovação - para tornar as soluções de mobilidade acessíveis a milhões de pessoas em todo o mundo. Desde dezembro de 2014, a Ford trabalha com a empresa Carbon3D, que desenvolveu a tecnologia "Continuous Liquid Interface Production" (CLIP) de impressão 3D para a produção de peças a partir de resinas de cura UV, em velocidade 25 a 100 vezes mais rápida que os processos convencionais. Essas peças têm propriedades mecânicas capazes de atender a várias aplicações nos veículos Ford.

"Nossa capacidade de inovar depende da rapidez com que conseguimos passar da ideia à produção", diz Raj Nair. "Essa tecnologia nos permite criar peças especiais para protótipos de veículos - e talvez até peças de produção - mais rápido que nunca, para que possamos entregar veículos novos para os clientes ainda mais rápido."

A tecnologia da Carbon3D usa resinas de engenharia capazes de amortecer vibrações, suportar cargas e altas temperaturas. A Ford já a utilizou, por exemplo, na produção de isoladores do Focus Electric e partes do para-choque da Transit Connect.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.