quinta-feira, 7 de Maio de 2015 14:00h

FORD CONSOLIDA SUA LIDERANÇA NOS SEGMENTOS DE ENTRADA DO MERCADO DE CAMINHÕES

A Ford registrou 40,1% de participação no mercado de caminhões semileves, consolidando a sua liderança no segmento de entrada de veículos comerciais de 3,5 a 6 toneladas de peso bruto total

A Ford também continuou a liderar nos caminhões leves, de 7 a 10 toneladas de peso bruto total, com 31,5% de participação.

Somadas as vendas da Série-F e dos modelos Cargo, a Ford foi a marca que mais cresceu no mercado de caminhões em abril e no acumulado de 2015, com um ganho de 6 pontos percentuais comparado ao mesmo período do ano passado. Com isso, aumentou a sua participação para 19,0% no mercado total.

"Esse ganho de participação é importante e, de certa forma, nos ajuda a compensar em parte a forte retração da indústria, que de janeiro a abril deste ano foi de 38%", diz Antonio Baltar, gerente de Vendas e Marketing da Ford Caminhões. "O mais significativo é que esse ganho tem sido consistente ao longo dos meses, apoiado no lançamento de produtos que encontraram ótima aceitação dos clientes."

Série-F
A marca é representada no segmento de semileves pelo F-350, usado em entregas fracionadas, serviços de manutenção e distribuição comercial de atacado e varejo, além de aplicações rurais, principalmente nas regiões Centro-Oeste, Norte, Nordeste e Oeste Paulista, onde essa atividade é muito forte.

Entre os chamados caminhões leves, a Ford Caminhões segue líder com os modelos Cargo 816, Cargo 1119, F-4000 e F-4000 4x4, usados em diversos tipos de aplicação.

Destaques do Cargo
A Ford teve ainda outros modelos de destaque em importantes mercados regionais. O Cargo 1319, usado em aplicações de curta distância, distribuição urbana, entrega fracionada e serviços diversos, liderou as vendas de caminhões médios com 10 a 17 toneladas de peso bruto total na região Sul.

Nos cavalos-mecânicos com até 44 toneladas de capacidade de tração, o Cargo 1933 deu à marca a liderança nas regiões de Porto Alegre e São Paulo, com 75% e 33,3% de participação, respectivamente.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.