quinta-feira, 2 de Abril de 2015 13:30h

FORD FOI A MARCA QUE MAIS GANHOU PARTICIPAÇÃO EM CAMINHÕES NO TRIMESTRE

A Ford registrou em março o terceiro mês consecutivo de crescimento de participação no mercado de caminhões e fechou o primeiro trimestre como a marca que apresentou o maior avanço comparado ao mesmo período do ano passado

De janeiro a março, a marca do oval azul ganhou nada menos que 5,9 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre de 2014 e ficou com uma participação de 19,2% nas vendas do período.

Os segmentos de caminhões semileves e leves, que a marca liderou com os modelos da Nova Série-F e Linha Cargo, foram os principais responsáveis por esse crescimento, compensando em parte a queda acentuada de volumes observada na indústria.

"Março foi o nosso terceiro mês consecutivo de aumento de participação, quando ficamos com 19,6%. Nossa expectativa é manter essa tendência ao longo de 2015", diz Antonio Baltar, gerente de Marketing e Vendas da Ford Caminhões. "Com a chegada de novos modelos da Série-F e da Linha Cargo, voltamos a liderar esses segmentos em que a Ford conta com grande tradição e clientes fiéis."

Na medida em que o custo-benefício dos veículos ganha um peso cada vez maior na composição das frotas, a Ford se destaca pela linha de produtos diversificada e completa, focada na economia e produtividade. É uma das poucas marcas presentes em todos os segmentos do mercado, com uma oferta que abrange desde caminhões semileves até extrapesados para atender diferentes tipos de aplicações.

Liderança nos leves e semileves
No segmento de caminhões leves, de 6 a 10 toneladas de peso bruto total, a Ford liderou as vendas no trimestre com uma participação de 30,6% - um avanço de 7,2 pontos percentuais comparado ao mesmo período do ano passado. Além do Cargo 816 e do Cargo 1119, a marca oferece nesse segmento os modelos F-4000 e F-4000 4x4.

"O Cargo 1119 foi um dos destaques no segmento. Por oferecer a maior potência e capacidade de carga da categoria, nossos clientes se beneficiaram da melhor relação custo-benefício proporcionada pelo modelo em aplicações urbanas e rodoviárias de curta distância, em que ele é muito utilizado", afirma Baltar.

No segmento de caminhões semileves, de 3,5 a 6 toneladas de peso bruto total, a Ford também foi líder com o modelo F-350, que respondeu sozinho por 41,8% das vendas no trimestre. Com peso bruto total de 4.500 kg, é um veículo muito procurado por empresas e profissionais autônomos, em aplicações como entregas fracionadas, serviços de manutenção e distribuição comercial de atacado e varejo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.