quinta-feira, 21 de Julho de 2016 16:45h Agência Brasil

GM contrata 550 funcionários para produção de picape

Os metalúrgicos da General Motors (GM) aprovaram hoje (21) o acordo para 550 novas contratações em São José dos Campos

Com as novas vagas serão quase 800 postos de trabalho abertos na fábrica desde maio. Nos últimos dois meses, a empresa contratou 219 pessoas para a produção de uma nova picape. Entre as vagas a serem preenchidas, 30% serão reservados a ex-funcionários da montadora. As contratações são temporárias e valem por 12 meses, de acordo com informações do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos.

Segundo a entidade, um dos motivos que levou a empresa a abrir vagas foi o crescimento das vendas da picape S10 para o México e Argentina, além das reivindicações do sindicato devido a uma sobrecarga de trabalho na fábrica, com excesso de horas extras.

“Do total de 550 novos contratados, 260 irão para a produção e montagem da S10. Os outros irão para os setores Powertrain (motores), transmissão, injetora, estamparia e manuseio da fábrica”, explicou o secretário-geral do sindicato, Renato Júnio de Almeida.

 

 

Acordo de exportação

Segundo ele, em maio a GM sinalizou que fecharia um acordo de exportação com países da América do Sul e que precisaria contratar mão de obra. “Logo em seguida admitiu 219 funcionários e deixou claro que poderia contratar mais. Na semana passada, eles chamaram o sindicato e falaram que precisariam de mais 550” por conta das exportações.

Almeida explicou que assim que acabarem os 12 meses de vigência do acordo, sindicato e montadora conversarão novamente para avaliar os resultados e o rumo a seguir. “Os trabalhadores que entram agora estão no piso salarial fechado em acordo de 2013. Esperamos que o mercado continue aquecido para efetivar os trabalhadores daqui a esses 12 meses. Esperamos não precisar desligar ninguém”.

A assessoria de imprensa da GM disse que não comentará o assunto.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.