terça-feira, 31 de Março de 2015 14:03h

III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável debate a emergência na Saúde Pública do país

Motivo prioritário de preocupação para a população brasileira, a saúde pública enfrenta uma série de desafios

Os municípios, responsáveis diretos por implantar as políticas do Sistema Único de Saúde (SUS), são os que sentem o impacto primeiro, e com mais intensidade, os efeitos da crise de financiamento e a pressão por melhorias na qualidade dos serviços.

Pensando nisso, o III Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), maior evento sobre sustentabilidade urbana do país, abriu espaço para a discussão: Emergência na saúde pública: qualificar serviços, aumentar a eficiência das despesas e enfrentar o subfinanciamento. Serão ao todo quatro mesas debatendo a questão da saúde no Brasil.

Os temas sobre Saúde escolhidos para o debate durante os dias do EMDS são: "Como garantir a sustentabilidade dos recursos da saúde no atual cenário federativo?"; "Judicialização da saúde, consolidação do SUS e os reflexos da corrupção na qualidade dos serviços"; "Caminhos para a modernização e qualificação da gestão do SUS" e "Mais Médicos e Mais Especialidades: desafios na integralidade da atenção".

Temos a confirmação de alguns palestrantes, como o subprocurador geral da República, Humberto Jacques de Medeiros; presidente do Conselho Nacional de Saúde; Maria do Socorro de Souza; analista de programa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Joaquim Fernandes e a presidente da Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES), Rosa Maria Marques. A presença do ministro da Saúde, Arthur Chioro, também é esperada em um dos três dias do evento.

III EMDS - Realizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o EMDS já está consolidado como o maior evento de sustentabilidade urbana do país. O Encontro, que aborda assuntos de interesse comum entre os municípios brasileiros, nesta edição terá como eixo central o tema "Nova governança federativa e o papel das cidades no Brasil e no mundo". Crise Hídrica, Mobilidade Urbana, Saúde Pública, Educação e Desenvolvimento Econômico são outros tópicos a serem debatidos durante o III EMDS.

Sete eixos temáticos irão nortear a programação do III EMDS, composta por Salas Temáticas, Arenas de Diálogo e Fóruns Ted-alike. Confira:

      Empreendedorismo e desenvolvimento local sustentável: políticas públicas de incentivo e de financiamento

      A crise hídrica urbana: causas, situação atual e cenários futuros

      Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ONU) e o Habitat III: a nova agenda urbana e o protagonismo dos governos locais

      Mobilidade urbana: o esgotamento do atual modelo e a urgência de uma pactuação federativa

      Governança e gestão das políticas públicas metropolitanas

      Desafios da Saúde Pública: financiamento, qualidade e gestão

      Cidades e democracia: reforma política, reforma federativa e participação social

Experiências exitosas municipais também serão divulgadas durante o evento, por meio do Caminho das Cidades e da Praça de Boas Práticas. O networking e a interação entre os participantes acontecem no espaço chamado Ponto de Encontro.

As inscrições são gratuitas e estão disponíveis no site www.emds.fnp.org.br. Cerca de cinco mil pessoas devem participar do Encontro, sendo aproximadamente 500 prefeitos e prefeitas.

Serviço

Data: 7 a 9 de abril de 2015

Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães - SDC Eixo Monumental - Lote 05, Brasília (DF)

Outras informações e inscrições: www.emds.fnp.org.br, nas redes sociais www.facebook.com/EMDS.FNP ou pelo telefone (61) 3044-9800

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.