quarta-feira, 16 de Setembro de 2015 13:27h Elaine Patricia Cruz - Repórter da Agência Brasil

Indicador que antecipa direção da economia do país cai 1,5% em agosto

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil, que agrega componentes econômicos que medem a atividade econômica do país e procura antecipar a direção da economia brasileira a curto prazo, caiu – em agosto –  pela décima vez consecutiva, atingindo 87,7 pontos, o que representou queda de 1,5%. Em julho, a queda foi 0,8%.

O indicador, que permite comparação direta dos ciclos econômicos do Brasil com o de outros 11 países e regiões, foi divulgado hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) e pela instituição The Conference Board.

“O declínio das expectativas de empresas e consumidores dos termos de troca e das exportações — além da volatilidade da bolsa de valores — foram os fatores responsáveis pela queda do Iace”, disse o economista da FGV Paulo Picchetti,  Segundo ele, isso sugere que o Brasil deve continuar em recessão até o final de 2015.

Já o Indicador Coincidente Composto da Economia (Icce), que mede as condições econômicas atuais e a intensidade da atividade econômica, avançou 0,1% em agosto, somando 102,7 pontos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.