quarta-feira, 3 de Junho de 2015 09:46h

Kátia Abreu: Plano Agrícola e Pecuário não é só para os produtores, é para todo o país

Ministra fez a afirmação durante cerimônia no Palácio do Planalto, que contou com a participação da presidenta Dilma Rousseff

“O plano, em si, não é só para os produtores rurais, é para todo o país. Com ele, produziremos alimento de qualidade e com preços justos para a população. Tivemos hoje um aumento de 20% nos recursos e isso é que é importante", disse a ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), ao discursar durante o lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2015/2016. A presidenta Dilma Rousseff também participou da cerimônia, realizada no Palácio do Planalto.

Com o Plano Agrícola e Pecuário, o governo federal está disponibilizando R$ 187,7 bilhões para apoiar a produção agropecuária. Do total, R$ 149,5 bilhões são destinados às operações de custeio e comercialização e R$ 38,2 bilhões aos programas de investimento.

Durante a cerimônia, Kátia Abreu destacou ainda que, nos próximos 10 anos, a safra agrícola brasileira aumentará em 50 milhões de toneladas e a produção de carnes (bovina, suína e de aves), em 8 milhões de toneladas. O Brasil, assinalou ela, alcançará esse desempenho “sem qualquer pressão sobre recursos naturais, como terra e água”.

A ministra também enalteceu o “gesto de humildade e grandeza” do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, ao negociar com a pasta da Agricultura os valores do Plano Agrícola 2015/2016. “O último ministro da Fazenda a entrar no Ministério da Agricultura foi Delfim Netto, porque era ministro das duas pastas. Fica aqui nosso agradecimento a Joaquim Levy por este gesto de grandeza, humildade e reconhecimento da importância do nosso setor. ”

Kátia Abreu ressaltou ainda que os ajustes propostos pelo governo para reequilibrar as contas públicas e reduzir gastos não são somente cortes. “Significam também aumento nos investimentos”, declarou.

Em seu pronunciamento, a presidenta Dilma Rousseff disse que investir na agropecuária é um ótimo negócio para o Brasil, pois a produção gera mais alimentos, mais exportações, mais empregos e riquezas para o país. “Produzimos a verdadeira riqueza, aquela que alimenta a população mundial. Vamos continuar a fazê-lo e reforçamos com este Plano Agrícola e Pecuário 2015/2016, que é uma parceria do governo com o setor. E, assim, damos as condições para que o produtor possa atuar com mais produtividade. ”

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.