quarta-feira, 23 de Dezembro de 2015 11:26h

Mais de 30 mil pessoas receberam hoje residências do Minha Casa Minha Vida em sete cidades brasileiras

Ministro Miguel Rossetto participou da entrega de chaves a 922 famílias de Santa Cruz do Sul (RS)

A entrega de 7.555 residências do Programa Minha Casa, Minha Vida, nesta terça-feira (22), beneficiou mais de 30 mil pessoas em sete municípios do país. A cerimônia foi conduzida pela presidenta Dilma Rousseff, em Camaçari (BA), e transmitida ao vivo para as cidades de Juazeiro (BA), Simões Filho (BA), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Ponta Grossa (PR) e Santa Cruz do Sul (RS).

Durante o evento, Dilma Rousseff destacou que, mesmo passando por dificuldades, o Governo não vai parar. “Nós vamos continuar construindo moradias para o povo desse país. Quando vocês estiverem entrando em suas casas, pisem com orgulho. Porque estarão dando o primeiro passo para ajudar o país a criar oportunidades”, afirmou

Os empreendimentos são destinados a famílias com renda de até R$ 1,6 mil (Faixa 1) e cada unidade habitacional é dividida em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do Programa, os empreendimentos são equipados com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.

 

Santa Cruz do Sul – O ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, participou da entrega de 922 unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida no município de Santa Cruz do Sul (RS). Mais de 3.500 pessoas estão sendo beneficiadas e, a partir de hoje, poderão ocupar as casas do Residencial Viver Bem, construído com investimentos totais de R$ 47,9 milhões.

O ministro conversou com a população, elogiou a qualidade e a beleza das habitações (com área privativa de 40,7m² e valor unitário de R$ 52 mil), defendeu os investimentos do governo e demonstrou confiança na retomada do crescimento econômico. "Junto com essas residências que estamos entregando hoje, já construímos mais de 8.200 casas, pelo Programa, aqui em Santa Cruz do Sul. Foram mais de 261 mil casas entregues para gaúchas e gaúchos. Como vocês, famílias em todo o Brasil são beneficiadas pelas ações e investimentos do governo. E com esses investimentos que estamos realizando e a força do povo brasileiro, temos certeza que, em 2016, serão superados todos os desafios que enfrentamos", declarou.

Na cerimônia, Rossetto entregou as chaves para a moradora Lilian Fabrícia Lau, 37, e seus três filhos. Antes, visitou também a residência do casal Landir Moraes Buigo, 49, e Luis Buigo, 61 – que foram beneficiados junto com seus oito filhos. “A decisão da presidenta Dilma Rousseff e do presidente Lula foi a de permitir que a população de menor renda pudesse ter uma vida melhor e sua casa própria. Uma moradia digna e de qualidade, como a que vocês têm hoje. A opção do nosso governo é a de investir em mais qualidade de vida para aqueles que mais precisam. Com tudo isso, ao realizar o Programa Minha Casa, Minha Vida, é importante destacar que também estamos garantindo trabalho, emprego e renda para a população brasileira", explicou o ministro.

 

Histórico – O Programa Minha Casa, Minha Vida já beneficiou mais de 9,6 milhões de pessoas, com a entrega de 2,4 milhões de moradias em todo o país. Os investimentos ultrapassam R$ 283,36 bilhões e, segundo dados do Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades, 52% dos beneficiados têm renda até R$ 1.600; 39%, entre R$ 1.600,01; e R$ 3.275; e 9%, entre R$ 3.275,01 e R$ 5.000.

Estima-se que o Programa cria 921 mil empregos diretos e indiretos, em média, por ano. Projeções indicam que, desde sua criação, o Minha Casa, Minha Vida tenha gerado cerca de R$ 70 bilhões em renda para toda a economia.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.