quarta-feira, 15 de Julho de 2015 12:21h

Mais Médicos já levou 2,7 milhões de pacientes ao Farmácia Popular

Dados do Ministério da Saúde mostram que pacientes do Mais Médicos representam 11% dos atendidos no Farmácia Popular. Mais de um milhão foram beneficiados pela primeira vez

A população dos municípios que contam com a presença dos profissionais do Programa Mais Médicos já começa a sentir os impactos positivos da iniciativa. As receitas prescritas por esses profissionais representam 11% do total de beneficiados pelo Programa Farmácia Popular, entre setembro de 2013 – quando os primeiros profissionais iniciaram as atividades – e junho de 2015. Segundo levantamento inédito do Ministério da Saúde, 2,7 milhões de pacientes foram beneficiados pelo Farmácia Popular a partir da prescrição de médicos do Programa. Ao todo, no período, o Farmácia Popular atendeu 24,8 milhões de pessoas.

Do total de pacientes do Mais Médicos que buscaram medicamentos no Farmácia Popular, 1,022 milhão (36,8%) retiraram os medicamentos pela primeira vez. Pacientes que até então não tinham acesso a diagnóstico e tratamento ou desconheciam os benefícios do Farmácia Popular. Somente em 2014, das mais de 19,2 milhões de pessoas atendidas no Farmácia Popular, 1,6 milhão foram acompanhados com prescrições dos profissionais do Mais Médicos. Deste total, 553 mil (34,5%) retiraram medicamentos pela primeira vez.

“Os dados mostram os resultados da ampliação do atendimento e de tratamento. Ou seja, a presença dos profissionais do Mais Médicos já está fazendo a diferença para a saúde da população. Estamos ampliando o acesso a medicamentos, o atendimento nas regiões carentes do país e fortalecendo a atenção básica”, destaca o ministro da Saúde, Arthur Chioro. “Os números, mesmo apontando um impacto indireto do programa, são muito relevantes. Ainda mais considerando que a maioria dos pacientes atendidos na atenção básica busca os medicamentos nas farmácias das unidades de saúde”, ressaltou.

O Norte foi a região com o maior percentual de acesso aos medicamentos do Farmácia Popular com receitas dos profissionais do Mais Médicos, representando 18,6% do total entre setembro 2013 e junho de 2015. O Nordeste teve 17% das prescrições, seguido do Centro-Oeste (12,5%), Sul (12,5%) e Sudeste (7,7%).

Os médicos do Programa estão reforçando o atendimento na Atenção Básica, com capacidade de resolver até 80% dos problemas de saúde sem necessidade de encaminhamento do paciente para um hospital ou unidade especializada, tornando a assistência em toda a rede mais eficiente. Entre as principais causas de demandas no Farmácia Popular por meio de diagnósticos de profissionais do Mais Médicos, estão os medicamentos para hipertensão, colesterol, diabetes e os anticoncepcionais.

MAIS MÉDICOS – Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos com registro no Brasil e no exterior nas regiões com carência de profissionais. Com a expansão do Programa em 2015, o governo federal garantirá a permanência de 18.240 médicos em 4.058 municípios, além dos 34 distritos indígenas, levando assistência para aproximadamente 63 milhões de brasileiros.

O Programa faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde. Em conjunto com o provimento emergencial de médicos, a iniciativa prevê ações voltadas à infraestrutura e prevê também a expansão do número de vagas de Medicina e de residência médica, além do aprimoramento da formação médica no Brasil, com foco na valorização da Atenção Básica e outras áreas prioritárias para o SUS.

FARMÁCIA POPULAR – O Programa Farmácia Popular garante medicamento gratuito ou com até 90% de desconto para todo cidadão brasileiro. Basta apresentar o documento de identidade, CPF e receita médica com validade indicada para cada tipo de medicamento. Criado em 2004, o programa disponibiliza 113 itens (entre medicamentos e produtos de saúde) na rede pública e drogarias particulares. Atualmente, o programa Aqui Tem Farmácia Popular conta com 35.038 estabelecimentos, sendo 533 da rede própria e 34.505 da rede credenciada, que beneficiam 4.393 municípios.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.