sexta-feira, 5 de Agosto de 2016 17:21h Agência Saúde

Ministério da Saúde promove campanha de prevenção ao HIV e Aids

Campanha #EuAbraço vai até 18 de setembro e propõe o debate sobre prevenção, diagnóstico e tratamento do HIV/aids e discriminação

Mensagens de prevenção ao HIV e aids e de não discriminação nos Jogos Olímpicos Rio 2016 fazem parte da campanha #EuAbraço, que será lançada neste sábado (6/8), às 15h, no auditório da Casa Brasil, no Rio de Janeiro. Realizada durante os Jogos Olímpicos nas cidades do Rio de Janeiro e Salvador, até o dia 18 de setembro, a campanha é uma estratégia de comunicação em saúde que propõe o debate sobre prevenção, diagnóstico e tratamento do HIV/aids e discriminação, com o objetivo de promover da tolerância, respeito e paz.

“A campanha #EuAbraço foi inspirada pelo emblema dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Iremos promover, nesses tempos de intolerância ao redor do mundo, por meio da referência simbólica e física do abraço, atitudes de empatia, afeto, união, amizade, altruísmo, conquistas, apoio, hospitalidade e brasilidade. Além disso, aproveitamos para passar mensagens de prevenção ao HIV, aids e às infecções sexualmente transmissíveis”, explica a diretora do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Adele Benzaken.

Serão realizadas ações presenciais, com mobilização nos live sites (áreas nas quais os jogos serão transmitidos para o público). Nesses espaços, serão montados os “pontos de abraço”, nos quais haverá espaço para fotos e selfies. Durante as atividades, cerca de 50 voluntários da ONG Pela Vida (RJ) e AHF Brasil estarão em pontos estratégicos do Rio de Janeiro (Parque Madureira, Praça XV e Praça Mauá) e em Salvador/BA, para a realização de distribuição de preservativos, materiais informativos, realização de flashmobs de abraço (“abraçadores” à paisana). Nesses locais, também haverá ações de mobilização com o “Homem Camisinha”, que fará ativação e distribuição de preservativos, com previsão de 500 mil preservativos masculinos e 10 mil femininos, durante todo o período dos jogos.

A campanha prevê ainda a participação de drag quens nos pontos de abraço, promovendo atividades da campanha com o público e a realização de testagem para HIV por fluido oral, realizada em pontos específicos do capital fluminense (Parque Madureira e Zona Portuária). Em Salvador, serão oferecidos testes por fluido oral para o HIV nas áreas do estádio Arena Fonte Nova e da Praia do Porto da Barra. Também haverá ações pontuais nas Casas de países parceiros (França, Itália).

A campanha será realizada online por meio de postagens nas plataformas/redes sociais do Ministério da Saúde, DDAHV, Unaids e de todos os parceiros, incluindo promoção da plataforma online “Abraçômetro”. Com a mobilização via mídias sociais, a campanha alcançará também o público jovem fora dos dois centros previstos na ação. Por meio das hashtags #EuAbraço, #YoAbrazo, #iEmbrace e #j’Embrasse, as pessoas poderão participar compartilhando fotos de si mesmas abraçando outras pessoas nas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram) e fazer também o upload dessa foto na plataforma online da campanha: www.abraçometro.org.br.

A campanha é uma iniciativa do Ministério da Saúde e do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/Aids – UNAIDS Unaids, e conta com a parceria do Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e da União Europeia. A campanha também tem o apoio da AIDS Healthcare Foundation (AHF Brasil), do Grupo Pela Vidda – Rio de Janeiro para a mobilização social dos voluntários que estarão nas ruas do Rio de Janeiro, e da Prefeitura de Salvador e ONGs locais para os que atuaram na capital baiana. A ação baseia-se na experiência bem sucedida da campanha Proteja o Gol, preparada para a Copa do Mundo da FIFA de 2014 e organizada pelos mesmos parceiros.

SERVIÇO

Lançamento da campanha #EuAbraço na Casa Brasil
Data: 6 de agosto (sábado)
Horário: 15h
Local: Pier Mauá, avenida Rodrigues Alves 10 - Centro - Rio de Janeiro/RJ

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.