quarta-feira, 11 de Março de 2015 12:39h Luciana Vicária

Ministério do Turismo divulga boletim de intenção de viagem

Brasileiros preferem destinos do Nordeste e se hospedam na casa de parentes e amigos

O Ministério do Turismo divulga nesta quarta-feira (11) um levantamento sobre a intenção de viagem do brasileiro pelos próximos seis meses. A maior parte dos viajantes entrevistados em fevereiro escolheu um destino brasileiro (73,2%), na região Nordeste (45,1%) e elegeu a casa de parentes e amigos para se hospedar. Entre os que ganham R$ 2.101 e R$ 4.800 o aumento foi de mais de seis pontos percentuais, passando de 45,3% para 51,6%.
“O levantamento mostra que a intenção de viajar pelo Brasil aumentou de 67,8% em fevereiro de 2014 para 73,2% este ano. O mercado interno continua sendo a principal alavanca para o setor turístico no Brasil”, disse o ministro do Turismo, Vinicius Lages.

A Sondagem do Consumidor - Intenção de Viagem é realizada todos os meses com duas mil pessoas em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. As sete capitais brasileiras monitoradas correspondem a 70% do fluxo turístico do Brasil. O boletim de fevereiro também revela alguns destaques regionais. Os moradores da capital gaúcha, por exemplo, são os que mais investem em hotéis e pousadas (69,5%). Em comparação ao mesmo período do ano passado, houve um crescimento de 40,6%.

Os brasilienses registraram a maior intenção de viajar sozinhos (31%),seguidos pelos paulistas (19%). O percentual é o maior registrado para o mês de fevereiro desde 2012 na capital federal. Brasília também é a capital em que os moradores demonstraram a maior intenção de viagem nos próximos seis meses (27,4%).

Recife (PE), por sua vez, registrou a maior intenção de viajar de avião (85,8%) nos próximos seis meses seguido por Brasília (DF, 74,6%) e Rio de Janeiro (72,2%). Os recifenses são também os que mais desejam se hospedar na casa de parentes e amigos (65,3%).

Se o deslocamento for de ônibus, os moradores de Salvador (BA) lideram o ranking (44%), entre as sete capitais monitoradas pelo Ministério do Turismo. O percentual é mais que o dobro da segunda capital que mais demonstrou preferência pelo ônibus como meio de transporte (6,4% em Belo Horizonte)

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.