terça-feira, 24 de Março de 2015 12:10h

Ministério do Turismo financiará plataforma sobre destinos nacionais

Durante Fórum Panrotas, ministro do turismo enfatizou a importância da internet como aliado para a promoção do Brasil como destino, também para brasileiros

O ministro do turismo, Vinicius Lages, anunciou nesta terça-feira (24) que a Pasta irá financiar uma plataforma digital para promover o Brasil, tanto para estrangeiros como para brasileiros. A ideia é reunir, em um só ambiente, todas as experiências e serviços que o país dispõe e oferecer a turistas imagens e informações a respeito dos destinos.

A informação foi anunciada pelo ministro em debate com Jeanine Pires, secretária de Turismo de Alagoas e ex-presidente da Embratur, realizado no 13º Fórum Panrotas. Durante o painel, Lages falou sobre os avanços do setor e os desafios que estão sendo enfrentados.

"Nunca se viajou tanto no mundo como agora. Chegamos a 206 milhões de viagens domésticas em 2014, em 2005 eram 138 milhões de viagens. Porém, ainda temos muito a crescer, o brasileiro ainda não conhece toda a diversidade que o país pode oferecer”, comentou. Estatísticas do Ministério do Turismo revelam que pouco menos de um terço (62 milhões) de brasileiros consomem turismo no Brasil. Os dados revelam que, pelo menos 70 milhões de pessoas podem ser inseridas nesse mercado.

“Acredito que a internet deve funcionar como um grande aliado nessa promoção do país, as pessoas querem compartilhar experiências e ter informações sobre os destinos dentro do Brasil", afirmou. De acordo com as estatísticas da consultoria internacional independente We Are Social, dos 204 milhões de brasileiros, 110 milhões têm acesso à internet e 96 milhões participam de redes sociais.

Para avançar ainda mais nas pautas relativas ao setor, Lages reforçou a importância de um trabalho articulado com outros ministérios e com o Congresso Nacional. Nos três primeiros meses o ministro do Turismo participou de reuniões com os ministros da Ciência e Tecnologia, Educação, Meio Ambiente, Pesca e Aquicultura e Esporte, para articular agendas intersetoriais, somar esforços e otimizar o uso de recursos públicos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.