terça-feira, 21 de Junho de 2016 14:52h Ministério do Desenvolvimento Social

Ministro visita famílias em situação de vulnerabilidade em Santa Rosa

Osmar Terra conheceu as rotinas da doméstica Tamara Santos e da dona de Casa Edite Veiga. Ele conversou sobre o Bolsa Família e as oportunidades do Pronatec no município gaúcho

O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Osmar Terra, visitou algumas famílias em situação de vulnerabilidade de Santa Rosa (RS), na última sexta-feira (17). Desde que assumiu a pasta, o ministro incluiu em sua agenda a visita a beneficiários em todos os estados para ouvir sugestões sobre os programas do MDSA. “Para aprimorar e aperfeiçoar as politicas sociais precisamos ouvir quem está ou deveria estar sendo beneficiado por elas”. 

Terra já foi a Recife e Salvador. No Sul, uma das visitas foi para Tamara Graziela dos Santos, 25 anos, moradora da Vila Júlio Oliveira, região mais pobre de Santa Rosa. Mãe de dois filhos - de dois e seis anos de idade -, sem qualificação profissional, ela trabalha como doméstica e recebe um salário mínimo. Com o marido desempregado, os R$ 147 do Bolsa Família ajudam a complementar a renda. 

 



“Eu gostaria de fazer um curso de cuidadora de idosos, por exemplo. A doméstica não ganha tanto. E as pessoas não contratam se você não tem o curso especializado para isso”, afirmou Tamara, que sonha em se qualificar e melhorar a renda da família. 

Uma oportunidade poderia vir com cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que, para o ministro Osmar Terra, precisa estar vinculado com a realidade de cada município. “As profissões que mais vão crescer são de cuidadores de idosos ou pessoa com deficiência. Vamos trazer mais cursos do Pronatec para isso”. 

 

 

A do na de casa Edite Soares Veiga, 59 anos, também recebeu o ministro Osmar Terra. Ela mora com o marido, que está doente, a filha e três netos em um casebre de madeira. A única fonte de renda é o salário mínimo recebido de auxílio-doença de Cristiane, filha de dona Edite. Mensalmente, R$ 112 do Bolsa Família complementam a renda da família. ?
 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.