quinta-feira, 17 de Setembro de 2015 13:19h

Países asiáticos buscam informações sobre políticas agrícolas brasileiras

Duas comitivas internacionais, do Japão e Tailândia, visitaram a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta semana, para conhecer aspectos da produção e comercialização das principais commodities brasileiras. As delegações foram recebidas pela Companhia como parte da estratégia do Brasil para a troca de informações agrárias por meio da cooperação técnica entre países.

   Além do interesse nas informações técnicas sobre diferentes safras, os grupos também procuraram inteirar-se das políticas e programas desenvolvidos pela estatal, como a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) e as ações de apoio à agricultura familiar.

   Integraram a equipe japonesa o coordenador do departamento de produtos especiais da ALIC (Agriculture & Livestock Industries Corporation), Takanori Tani,  e a pesquisadora do departamento de informações e pesquisa da ALIC, Yuko Maruyoshi,. Essa entidade é subordinada ao Ministério da Agricultura, Floresta e Pesca do Japão, e é responsável pelo ajuste de oferta e demanda, estabilização de preço, medidas emergenciais e coleta e disseminação de informações do mercado nacional e internacional. Em visita ao Brasil, eles buscaram na Conab informações específicas de produção e mercado da conjuntura da cana-de-açúcar e seus subprodutos, o açúcar e etanol.

   A segunda comitiva - formada pelo embaixador da Tailândia no Brasil, Pitchayaphant Charnbhumidol, o diretor-geral do departamento de extensão agrícola do Ministério da Agricultura e Cooperativas, Olan Pituck e representantes da Universidade Kasetsart e da Embaixada Real da Tailândia no Brasil - também veio em busca de informações sobre as políticas e programas desenvolvidos pela Conab. O grupo demonstrou grande interesse na PGPM, especialmente voltada ao arroz, pois a Tailândia é o maior produtor mundial do grão e necessita de soluções para as entressafras e oscilações de preços internacionais. A equipe também veio em busca de novas oportunidades em cooperação, especialmente nos temas extensão rural, cana-de-açúcar, milho, soja e café.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.