segunda-feira, 7 de Março de 2016 11:36h Agência Brasil

Paralimpíadas têm mais de 2 milhões de ingressos disponíveis

Daqui a seis meses, no feriado de 7 de Setembro, terão início os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, e os ingressos para os eventos mais procurados da competição começam a chegar ao fim

Segundo o Comitê Rio 2016, estão indisponíveis os ingressos mais baratos da cerimônia de abertura e perto de acabar os das finais do futebol de cinco e do basq uete em cadeira de rodas, modalidades mais procuradas pelo público.

Ao todo, 350 mil ingressos dos 3 milhões disponíveis foram vendidos. Os preços variam de R$ 10, em algumas sessões esportivas, até mais de R$ 1 mil, nos melhores lugares das cerimônias de abertura e de encerramento.

 

 

A cerimônia de abertura, que tem preços entre R$ 100 e R$ 1,2 mil, pode voltar a ter os ingressos mais baratos à venda, depois de concluído o posicionamento das câmeras de televisão, segundo o diretor de tickets dos jogos, Donovan Ferreti. “Não está disponível nesse momento, mas pode ser que retorne”.

Ferreti reconheceu que a meta de venda de ingressos era mais ambiciosa, por causa do bom desempenho do país nos Jogos Parapanamericanos de Toronto, em que o Brasil ficou em 1º lugar.

 

 

Ele prevê que o melhor momento das vendas está para chegar. “A gente vê que a venda se aquece a três meses do início dos jogos, e após a cerimônia de abertura é quando há o pico da venda do paralímpico”.

As modalidades mais procuradas são o basquete em cadeira de rodas, o futebol de cinco, a natação e o atletismo. O executivo acredita que o bom desempenho do Brasil nesses esportes seja decisivo para as vendas.

 

 

No futebol de cinco, o Brasil buscará o tetracampeonato paralímpico e, na natação, o público poderá assistir a gigantes do esporte como Clodoaldo Silva, que se despede da carreira nos jogos do Rio.

No atletismo, Ferreti cita os velocistas Terezinha Guilhermina, ouro em Londres e Pequim, e Alan Fonteles, campeão dos 200 metros em Londres, como fortes candidatos a novas medalhas.

 

 

Depois estado do Rio, as unidades da federação que mais compraram ingressos até agora foram São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal e Paraná.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.