quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2015 08:39h

Porto Seguro sai em bloco em defesa de uma infância feliz

Coletiva de imprensa divulgou ações de prevenção à exploração sexual infantil liderada pelo Ministério do Turismo. Bloco carnavalesco Disque 100, comandado pelo cantor Thiaguinho, sairá pelas ruas no sábado (14)

O Carnaval de Porto Seguro (BA) incluiu um tema nobre entre suas dezenas de manifestações culturais. Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira (13), o Ministério do Turismo compartilhou estratégias de prevenção e divulgou o canal de denúncia a atos de violência cometidos contra crianças e adolescentes. No próximo sábado (14), o bloco carnavalesco Disque 100 percorrerá as ruas da cidade atraindo centenas de foliões com enredo e abadás em defesa da infância.
Na palestra, o coordenador geral de Proteção à Infância do Ministério do Turismo, Adelino Neto, disse que o programa de proteção se consolida como uma iniciativa de grande repercussão em todo o país e o bloco Disque 100 como um veículo poderoso para disseminar a mensagem de proteção. Já a secretária Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social, Livia Bittencourt, disse que os turistas se seduzem pela campanha e propagam o canal de denúncia em suas cidades de origem. O bloco do Disque 100 foi destacado como uma das boas práticas selecionadas por ocasião do Índice de Competitividade de 2014, um trabalho do Ministério do Turismo em parceria com o Sebrae.

Além de Adelino Neto e Livia Bittencourt, estavam presentes o secretário Nacional de Cultura e Turismo, Humberto Nascimento; a prefeita de Porto Seguro, Claudia Oliveira; e Irina Bacci, representante da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos.

As cidades de Salvador, Costa do Sauípe, Porto Seguro e os distritos de Trancoso e Arraial d’Ajuda devem reunir 707 mil turistas brasileiros no período carnavalesco, de acordo com estimativas do Ministério. Apenas Porto Seguro aguarda 100 mil pessoas por noite, entre 14 a 20 fevereiro, de acordo com a Secretaria de Turismo local. A cidade está se mobilizando para alertar visitantes e moradores para a necessidade de atenção às crianças e adolescentes neste período de grande movimentação nos destinos turísticos. Pelo menos 25 hotéis da região aderiram ao material de divulgação da campanha Disque 100.

O canal do Disque 100 é um serviço de denúncias sobre violação de direitos humanos do governo federal. As ligações são gratuitas, mantidas em sigilo e encaminhadas aos conselhos tutelares e às polícias Civil ou Militar das cidades. O atendimento é feito sem interrupção, a qualquer hora do dia ou da noite. No ano passado, foram registradas 6.910 denúncias de violência contra a criança na Bahia, sendo que mais de duas mil se referiam à exploração sexual. Os dados são da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República.

Ministério do Turismo em parceria com a SDH trabalha para mobilizar toda a sociedade entorno das políticas de proteção à infância. Entre as iniciativas, destaca-se o Programa Turismo Sustentável e Infância (TSI).  No ano passado, as ações do TSI alcançaram 22 capitais do país, sensibilizando mais de duas mil pessoas, em palestras realizadas para profissionais do turismo, conselheiros tutelares e educadores. Para este ano, estão previstos debates em 23 novos destinos turísticos do País, incluindo Porto Seguro.

O governo federal também dá um reforço a essas ações com a campanha Proteja – Não Desvie o Olhar, relançada a cada ano em períodos em que o Brasil sedia grandes eventos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.