segunda-feira, 13 de Abril de 2015 13:29h Mariana Oliveira

Produção de alimentos tem potencial para projetar a imagem do Brasil

Ministros do Turismo, da Agricultura e da Fazenda debatem os desafios da agricultura para impulsionar a economia do país em feira de agronegócios

Começou nesta segunda-feira (13) a Tecnoshow Comigo 2015, considerada a principal feira de agronegócios do Centro-Oeste. Durante a cerimônia de abertura, os ministros da Fazenda, Joaquim Levy; da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Kátia Abreu; e do Turismo, Vinicius Lages, falaram sobre a importância do agronegócio para o desenvolvimento do país.

O ministro Lages ressaltou a necessidade de os ministérios trabalharem de forma integrada, com o objetivo de potencializar os resultados e conquistas do país. “Estamos juntos aqui - turismo, agronegócio, indústria – por uma determinação da presidente para voltarmos a crescer. Essa não é uma responsabilidade apenas do Ministério da Fazenda, é uma missão de todos nós. O Turismo e a Agricultura geram PIB, riqueza, temos que trabalhar juntos”, disse o ministro.

Lages apontou, ainda, outra ação que está sendo desenvolvida por meio da parceria entre MTur e MAPA. “O Brasil é o maior produtor de alimentos do mundo, mas não se destaca no cenário internacional em gastronomia. Estamos juntos aqui para trabalhar a potência alimentar de nosso país e levar isso para o mundo, com um ganho de imagem”, disse.

O ministro do Turismo lembrou, ainda, que o setor apoia o programa de desenvolvimento da aviação regional, uma ação importante que tem como objetivo integrar o país de forma eficiente, dando mais mobilidade às pessoas e impulsionando a economia do interior.
Também durante a abertura, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, falou da importância da integração e revelou que estuda, em parceria com o MTur, uma ação de divulgação do café brasileiro durante os Jogos Olímpicos de 2016.


Turismo rural - O país tem mais de quatro milhões de estabelecimentos de agricultura familiar, que representam 84% das propriedades rurais brasileiras. De acordo com o Estudo da Demanda Turística Internacional, o motivo “natureza” é o segundo no ranking da preferência dos estrangeiros que visitam o Brasil, atrás apenas das praias.

O MTur mantém o projeto Talentos do Brasil Rural, criado para implementar ações que busquem identificar, promover e fortalecer a relação entre a agricultura familiar e a atividade turística. A ideia é inserir produtos e serviços da agricultura familiar no mercado de viagens, agregando valor à oferta turística brasileira.

O projeto foi criado em outubro de 2009 e resulta do Acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério do Turismo e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Foram selecionados 23 roteiros turísticos com o objetivo de valorizar a identidade cultural da região, gerar empregos e agregar valor à produção dos grupos locais. No total, são 400 empreendimentos beneficiados em 54 municípios brasileiros.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.