segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2016 08:55h

Programa da Conab registra crescimento no semiárido brasileiro

Os recursos aplicados no semiárido brasileiro por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) estão maiores

No último ano, 20% do valor operado pelo programa foi utilizado em projetos desta região, o que representa R$ 56,7 milhões e um aumento de 36%, quando comparado com 2014, beneficiando mais de 7 mil agricultores familiares, que garantiram a comercialização de seus produtos. É o que demonstram os dados do balanço publicado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O crescimento do PAA no semiárido é consequência do trabalho desenvolvido pela Companhia a partir da estabilidade normativa, que deu segurança para as operações, e das capacitações realizadas desde 2014 para as organizações da agricultura familiar, participantes do programa, que impulsionaram a apresentação de projetos.

A Cooperativa dos Produtores Rurais do Agreste Alagoano foi uma das beneficiadas pelo programa em 2015. Localizada no município de Arapiraca, a cooperativa que tem 123 agricultores familiares forneceu abóbora, alface, batata, cebolinha, coentro, couve, inhame, maxixe, pimentão, quiabo e raiz de mandioca a associações comunitárias e instituições de amparo aos portadores de necessidades especiais da cidade. Dessa maneira, mais de 12 mil atendimentos a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional puderam ser realizados.

Já na Paraíba, a Associação dos Produtores Agroecológicos de Monteiro (Apam) pode também contar com os recursos do PAA. Ela reúne 18 agricultores familiares que produzem abóbora, abobrinha, acerola, alface, berinjela, cebolinha, coentro, couve, espinafre, mamão, manga, maxixe e quiabo. A produção foi doada à Associação de Ação Comunitária e Atividades Socioculturais (Acas) e ao Clube de Mães de Monteiro.

Do valor total aplicado no programa no último ano, a maior parte foi destinada à Compra com Doação Simultânea (CDS). Para esta modalidade, os recursos foram na ordem de R$ 241 milhões, o que representa 84% do total. Com isso, mais de 870 projetos com cooperativas e associações de agricultores familiares foram formalizados e os alimentos destinados ao atendimento de pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

No ano passado, a Conab operacionalizou R$ 287,5 milhões no apoio à comercialização da produção da agricultura familiar por meio do PAA. O valor representa a totalidade do orçamento repassado pelos ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário (MDA).

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.