sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016 09:59h

Seleção para hospitais federais tem mais de 52 mil inscritos

Ministério da Saúde está contratando 2,4 mil trabalhadores da saúde, em mais uma ação do Governo Federal em apoio à reestruturação da rede de saúde do estado

O Ministério da Saúde registrou 52.902 inscrições no processo seletivo para a contratação de 2.493 profissionais para as novas vagas abertas nos seis hospitais e em dois institutos federais no Rio de Janeiro. A medida é mais uma ação em apoio à estruturação da saúde no estado do Rio de Janeiro.

Do total, 14.948 se candidataram para concorrer às vagas de nível médio, 11.980 para vagas de enfermeiro, 11.165 para vagas de técnico de enfermagem, 10.949 para as vagas de nível superior e 3.860 para vagas de médico.

Serão contratados por até dois anos 693 médicos, 605 enfermeiros, 580 técnicos de enfermagem, 341 analistas de gestão e 274 técnicos de suporte. A medida é mais uma ação do Governo Federal em apoio à estruturação da saúde pública do Rio de Janeiro.

 

 

SEGUNDA FASE - Na segunda fase do processo seletivo dos novos profissionais que vão atuar nos seis hospitais federais e dois institutos do estado do Rio de Janeiro, os gestores das oito unidades que terão os quadros ampliados avaliarão os 52.902 mil inscritos. O objetivo é selecionar profissionais dentro do perfil e vagas disponíveis em cada unidade.

Os profissionais aprovados serão informados sobre a aprovação, local de trabalho e data de início das atividades em comunicado a ser enviado por telegrama ao endereço registrado na inscrição ou por email, caso o candidato tenha cadastrado esta opção de contato.

A previsão é que 1.570 profissionais iniciem as atividades no dia 1º de fevereiro. Os demais aprovados devem começar a atuar conforme avançar o cronograma de seleção, a convocação e a apresentação de documentos ao departamento de Divisão de Gestão de Pessoas do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (NERJ).

Esses profissionais vão reforçar a assistência na rede de saúde do Rio de Janeiro, apoiando ainda um eventual crescimento da demanda por conta dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Desde 2005, ingressaram nos hospitais e institutos 14.385 servidores, entre efetivos e contratados temporariamente. Ao todo, as unidades federais de saúde contam com 17.412 profissionais.

 

 

GABINETE DE CRISE - O Ministério da Saúde anunciou em dezembro de 2015 a criação de um Gabinete de Crise para buscar soluções emergenciais para os atuais problemas de atendimento público da rede de saúde do estado do Rio de Janeiro. O grupo reúne representantes do Governo Federal, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da prefeitura do Rio de Janeiro, e conselheiros de Saúde da região. Já foram repassados R$ 155 milhões federais para a regularização de contratos do Governo do Estado, sendo R$ 20 milhões em insumos estratégicos hospitalares.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.