quinta-feira, 1 de Setembro de 2016 17:01h MAPA

Sistema de auditoria criado pela Conab vira modelo para setor público

Siaudi reduz custos com ganhos de autonomia, rapidez, eficiência e segurança de dados

O Sistema de Auditoria Interna (Siaudi) desenvolvido e utilizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foi incorporado ao Portal do Software Público Brasileiro, do Ministério do Planejamento, e já está disponível para download a qualquer interessado. Todas as instituições da administração pública poderão utilizar a ferramenta de suporte às atividades de auditoria.

Durante a cerimônia de lançamento do sistema no Portal do Software Público Brasileiro, nesta quinta-feira (1), o ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, destacou que iniciativas como essas devem ser incentivadas na administração pública brasileira. “Essa ação da Conab vem ao encontro do programa de desburocratização do Ministério, lançado na semana passada no Palácio do Planalto, para modernizar o serviço público”.

O presidente da Conab, Marcelo Bezerra, salientou que um programa como o Siaudi custa cerca de R$ 600 mil e a utilização gratuita desse sistema por vários órgãos públicos, propiciará uma grande economia para o país. “É um exemplo de redução de custos”, afirmou.

O Siaudi possibilita que os processos de auditoria e acompanhamento de pendências sejam totalmente digitais. Além dos ganhos em eficiência, autonomia, celeridade e segurança de dados, gera economia e proteção ambiental, tendo em vista que dispensa a impressão de documentos.

O programa foi criado e desenvolvido pela Superintendência de Gestão da Tecnologia da Conab em conjunto com a Auditoria Interna da companhia, que utiliza a ferramenta desde 2008. Em parceria com a Conab, o sistema foi adotado por diversos órgãos da administração pública, como Defensoria Pública da União, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Agora, qualquer órgão público pode facilmente acessar a ferramenta, em sua segunda versão, por meio do Portal do Software Público.

O Portal é um ambiente de compartilhamento de software criado pelo governo federal em 2007. A iniciativa contribui para a gestão racional dos recursos públicos e para o reforço da política de software livre, além de ampliar parcerias entre os órgãos.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.