quinta-feira, 5 de Maio de 2016 09:50h O Dia Brasil

Suzane von Richthofen deixa prisão temporariamente para o Dia das Mães

Condenada a 39 anos por participar da morte dos pais, detenta deixou cadeia um dia antes do benefício para evitar confusão

Suzane von Richthofen não só conseguiu o indulto de Dia das Mães, mas deixou a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 femininina de Tremembé, em São Paulo, onde cumpre pena em regime semiaberto, nesta quarta-feira, um dia antes da saída das outras detentas. A saída de Suzane foi antecipada por motivos de segurança. Suzane foi condenada a 39 anos de prisão por participação na morte dos pais Manfred e Marísia, em 2002.

As outras presas com direito ao benefício irão desfrutá-lo a partira das 8h desta quinta-feira. O benefício tem duração até as 18h da próxima terça-feira.

 

 

 

Esta é a segunda vez que a detenta tem a saída temporária concedida, mas a primeira no Dia das Mães. Em março, ela deixou a penitenciária por conta do feriado da Páscoa.

No início de abril, a Justiça de São Paulo autorizou Suzane von Richthofen a fazer curso superior de Administração na Universidade Anhanguera de Taubaté, no interior paulista. O pedido diz que Suzane já participou de uma saída temporária no mês passado e não houve "qualquer intercorrência".

 

 

 

Segundo a defesa de Suzane, ela vai pagar a faculdade com o dinheiro que ganha na penitenciária, onde atua na produção de uniformes.

A liminar foi concedida pelo juiz José Damião Pinheiro Machado, da 2ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté, após mandado de segurança impetrado pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

A liminar foi concedida pelo juiz José Damião Pinheiro Machado, da 2ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté, após mandado de segurança impetrado pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.