sexta-feira, 15 de Maio de 2015 10:30h

Tereza Campello entrega sementes aos agricultores familiares de Sergipe

Com investimento de R$ 4 milhões, 40 mil famílias receberão 657 toneladas de sementes de milho, feijão e sorgo

Para proporcionar mais condições para as famílias do Semiárido produzirem alimentos, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, e o governador de Sergipe, Jackson Barreto, anunciaram nesta quinta-feira (14) a entrega de 657 toneladas de sementes de milho, feijão e sorgo para 40 mil famílias agricultoras. Esta é a primeira operação realizada no país na nova modalidade do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o PAA Sementes.

A ação reforça as iniciativas de promoção da convivência na região, garantindo a segurança alimentar e nutricional e possibilitando geração de renda para as famílias. Foram investidos R$ 4 milhões na aquisição das sementes. A agricultora familiar Monica da Silva Monteiro faz parte da comunidade Cabeça de Vaca, no município de Nossa Senhora da Glória (SE). Cerca de 300 agricultores que plantam milho, feijão e aipim e criam ovelhas e galinhas receberão as sementes. "Elas fazem muita diferença na nossa comunidade. É só começar a chover que nós plantamos", conta.

O assentamento Cachoeirinha do Gararu, na mesma cidade, também vai receber sementes. O agricultor Humberto Vieira dos Santos afirma que essa entrega vai beneficiar 92 famílias de assentados. "Estava esperando as sementes e a chuva para começar o plantio. E as duas chegaram juntas!"

Sementes crioulas – Tereza Campello também anunciou a construção de 15 Bancos Comunitários de Sementes Crioulas no estado para beneficiar as famílias de agricultores que fazem parte do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. "Precisamos aumentar a oferta de sementes no Nordeste. O nosso povo é guardião dessa genética e com os bancos de sementes a produção será multiplicada", explica.

Com os bancos comunitários, os agricultores familiares terão acesso a sementes de qualidade (crioulas, adaptadas e varietais). A expectativa é ampliar a produção de alimentos que garantam a segurança alimentar e nutricional das famílias que já têm acesso à água por meio do Programa Cisternas.

Tereza falou ainda que as escolas públicas rurais de Sergipe vão receber cisternas para garantia a segurança alimentar dos estudantes. "Nós não queremos nenhuma criança fora da escola por falta de água", explica.

PAA Sementes – A Aquisição de Sementes é uma nova modalidade do PAA onde a compra e a distribuição de sementes passam a ter regras e limites de acesso por unidade familiar que não interferem nas demais modalidades do programa. Esta modalidade possui limite diferenciado e possibilita que o agricultor familiar fornecedor participe da venda de alimentos e também da venda de sementes.

As sementes compradas pelo governo federal serão doadas às famílias que tenham Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP Física), com prioridade para aquelas inscritas no Cadastro Único, mulheres, assentados, povos indígenas, quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais.

A aquisição de sementes já ocorria antes, dentro de outras modalidades do PAA. Em Sergipe, no ano passado, mais de 36 mil famílias agricultoras foram atendidas com a distribuição de sementes.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.